Skip to main content

Descrição de cargos: entenda porque ela é importante para sua empresa

Mais que uma mera formalidade, a descrição de cargos é uma ferramenta de extrema importância para que as vagas oferecidas por uma empresa sejam preenchidas por profissionais qualificados. 

Podemos dizer, inclusive, que essa é uma parte fundamental para que o trabalho do setor de Recursos Humanos seja realmente efetivo. Afinal de contas, é a partir de uma descrição de vagas bem elaborada que o RH conseguirá desenvolver uma série de outros processos.

Se a sua empresa não tem dado a atenção necessária a essa ferramenta e quer entender melhor como aprimorar e extrair o máximo dela, não deixe de conferir este artigo até o final.

Ao longo dele, explicaremos todos os detalhes que uma descrição de cargos deve ter, para que você consiga atrair os profissionais corretos para sua organização e otimizar o trabalho de sua equipe de RH.

Boa leitura!

O que é uma descrição de cargos?

Sem sombra de dúvidas, as pessoas são o principal patrimônio de uma organização. Mas, para que todos os colaboradores possam de fato alcançar o seu máximo potencial, é muito importante que eles saibam exatamente quais são suas atribuições e o que a empresa espera deles.

É aí que entra a importância da ferramenta de descrição de cargos, documento que formaliza todas as funções, atribuições, requisitos, especificações e posturas de um cargo dentro de uma empresa, com o objetivo de estabelecer um norte aos que fazem parte dela.

Justamente por descrever o conjunto de tarefas realizadas por cada colaborador, toda descrição de cargo é única. Isso significa que tudo aquilo que foi descrito está diretamente relacionado a um determinado cargo, com as características e funcionalidades necessárias para que ele seja realmente eficaz para a empresa.

Para cumprir com a sua finalidade, é fundamental que as descrições de cargos sejam claras e concisas. Afinal, como já citamos na introdução do artigo, essa é a ferramenta base para que uma infinidade de processos no setor de RH seja desenvolvida (como, por exemplo, o recrutamento e seleção).

Outra característica da descrição de cargos é que ela deve ser dinâmica, ou seja, o documento precisa ser revisto de tempos em tempos para que consiga atender e acompanhar as necessidades da organização e do mercado.

Por que a descrição de cargos é tão importante?

A descrição de cargos é, com certeza, uma das etapas mais importantes da Gestão de Pessoas. Ao permitir que a empresa tenha condições de definir e verificar o perfil ideal para cada posição, esta ferramenta proporciona diferentes benefícios para a companhia, como:

  • Tornar a gestão organizacional mais organizada, acessível e transparente;
  • Realizar tomadas de decisão com maior assertividade;
  • Possibilitar o gerenciamento de planos de desenvolvimento individual (PDI);
  • Realização de processos de recrutamento e seleção por competências;
  • Promoção e desenvolvimento do Plano de Cargos e Carreira (PCC);
  • Contribuir efetivamente para o aumento da produtividade;
  • Desenvolver políticas de atração de novos colaboradores;
  • Reduzir taxas de turnover;
  • Administrar e conduzir promoções e salários de maneira técnica, eficaz e transparente;
  • Fortalecer a cultura empresarial;
  • Atuar de forma preventiva nas mudanças organizacionais e diretrizes conforme as necessidades e tendências do mercado.

Onde aplicar a descrição de cargos?

Ao contrário do que muitos pensam, a descrição de cargos está longe de ser uma ferramenta que só é utilizada durante a abertura de uma vaga. Na verdade, ela é muito útil em diferentes situações.

Confira, a seguir, onde a descrição de cargos pode ser aplicada:

Recrutamento e Seleção

É por meio da descrição de cargos que os recrutadores compreendem qual vaga precisa ser preenchida, além de conhecer suas atribuições e principais atividades.

Dessa forma, os profissionais responsáveis pelo recrutamento terão as informações necessárias para escolher o candidato com melhor qualificação e perfil para ocupar o cargo na organização.

Auditoria

A descrição de cargos é um documento fundamental para a realização de auditorias e para que a empresa conquiste selos relacionados a normas técnicas específicas.

Um dos exemplos mais conhecidos é o certificado ISO 9001, já que, para ser dado a uma organização, é necessário apresentar o documento de descrição de cargos. É válido lembrar que o ISO 9001 é base para outras normas de qualidade.

Avaliação de Competências

Para que gestores e profissionais do setor de RH consigam realizar uma avaliação de competências, é fundamental que tenham em mãos as descrições de cargos.

É a partir desse documento, por exemplo, que esses profissionais realizam o mapeamento de soft skills numa entrevista de emprego para determinada função.

A descrição de cargos possibilita que a avaliação de competências seja realizada de forma assertiva, afinal de contas, é através dela que é possível identificar os pontos que precisam ser melhorados ou ajustados.

Plano de cargos e salários

A descrição de cargos é uma das bases fundamentais para a construção de um plano de cargos e salários.

A lógica é simples: é por meio do detalhamento sobre as atividades desempenhadas por cada cargo e do tempo necessário para desempenhá-las, que o RH conseguirá definir a remuneração adequada para cada posto de trabalho.

Ações de desenvolvimento e treinamentos

Por último, a descrição de cargos também é um importante aliado do RH na hora de criar ações de desenvolvimento. 

Além de facilitar a visualização sobre os gaps de habilidades dentro das equipes e as medidas que serão necessárias para saná-las, essa ferramenta auxilia os colaboradores a enxergarem e estabelecerem metas do seu desenvolvimento dentro da empresa, para ocuparem cargos mais altos.

Passo a passo para fazer uma descrição de cargos eficaz

Agora que você já está por dentro da importância desta ferramenta, chegou o momento de saber como desenvolver uma boa descrição de cargos.

A primeira coisa que você deve saber é que a descrição de cargos deve ser feita em forma de documento e possui uma estrutura básica a ser seguida. Confira, abaixo, como deve ser a estrutura padrão de um documento de descrição de cargos:

1 – Nome do cargo

Na primeira parte da estrutura, você precisará definir o nome do cargo. A nomenclatura deve estar completa e ser o mais objetiva possível.

Vale lembrar que um mesmo grupo de funções pode receber nomenclaturas diferentes dependendo da empresa. 

O mais importante é que essa identificação seja sempre vinculada às atividades que serão desempenhadas pela pessoa que ocupar essa função, conforme explicaremos no item 4.

2 – Organograma

O organograma é o mapeamento da estrutura hierárquica do cargo dentro da organização. 

Nesta etapa, são detalhados os cargos dos superiores e dos subordinados, deixando claro qual função se reporta a quem.

3 – Missão do cargo

Aqui é preciso explicar qual o principal objetivo do cargo e apresentar uma breve descrição sobre a importância dele para a organização como um todo. 

A pergunta que você deve fazer nesta hora é: de que forma o cargo está atrelado às estratégias da empresa?

4 – Atividades do cargo

Após descrever a missão do cargo, será o momento de explicar quais são as atividades necessárias para que ela seja atingida.

Nesta etapa são descritas todas as atividades que devem ser executadas pelo colaborador. Vale, inclusive, detalhar as tarefas que não devem ser desempenhadas por ele.

O mais importante é que essa descrição seja feita de forma bastante clara, para que possa ser consultada sempre que surgirem dúvidas quanto às responsabilidades de cada profissional.

5 – Experiência

Aqui é preciso descrever qual a vivência profissional desejada para o profissional que irá ocupar o cargo.

São consideradas experiências o tempo de atuação no mercado e o tempo de trabalho exercido na função.

6 – Formação acadêmica

O grau de instrução mínimo desejado para o profissional que irá assumir o cargo também precisa ser descrito.

Dessa forma, fica mais claro e simples elencar as necessidades de formação para a ocupação do cargo e execução das tarefas.

7 – Competências

O documento de descrição de cargos deve elencar as principais habilidades fundamentais para a ocupação do cargo, levando em consideração tanto as competências técnicas quanto as comportamentais.

Essa é uma das partes mais importantes a serem consultadas durante um processo de recrutamento e seleção.

8 – Treinamentos obrigatórios

Antes de finalizar o documento de descrição de cargos, é preciso registrar se o cargo necessita de alguma preparação obrigatória e qual deve ser esse treinamento.

Ao descrever os treinamentos, é importante informar se eles precisam ser realizados antes ou depois que o profissional assumir a função.

Esperamos que, com essas orientações em mãos, você esteja preparado para extrair o melhor que a ferramenta de descrição de cargos pode oferecer. 

Outra boa dica na hora de executar essa missão é pesquisar os modelos de descrição de cargos encontrados no mercado, além de buscar por métodos de coleta que possam atender às suas necessidades.

Gostou deste post? Então assine a nossa newsletter e receba todos os nossos conteúdos diretamente no seu e-mail.

Compartilhar

Redação GeekHunter

Artigos escritos pela equipe de conteúdo da GeekHunter.