Skip to main content

RH Ágil: o que seu time precisa saber sobre métodos ágeis para gerar mais resultados

Com a crescente importância da mão-de-obra qualificada e especializada nas empresas de tecnologia, a área de Recursos Humanos tem se tornado cada vez mais estratégica e, com isso, tem aumentado a necessidade de apresentar melhores resultados para a organização. Para conseguir acompanhar a evolução do mercado e por ser uma área que lida diretamente com os colaboradores, o RH precisa olhar menos para processos e ferramentas tradicionais de trabalho e ter o enfoque real em pessoas e interações e é nesse cenário que surge o conceito de RH ágil.

Independente do framework ágil a ser utilizado, o RH deve cultivar princípios e valores que simbolizam um novo mindset, algo que torna esse departamento mais protagonista na transformação cultural das empresas, a fim de acompanhar a velocidade das mudanças nessa era exponencial que vivemos.

Desde 2001, após a criação do Manifesto Ágil – com práticas que ajudariam a melhorar o desenvolvimento de software – esses modelos de trabalho passaram a ser cada vez mais difundidos entre as empresas, inclusive fora da área de Tecnologia.

Segundo uma pesquisa realizada pelo State Of Agile, 16% das empresas entrevistadas aplicam a Agilidade na área de Recursos Humanos. Ainda neste estudo, 64% das organizações afirmaram que um dos motivos mais relevantes para adotar a Agilidade foi para melhorar a habilidade de gerenciar as mudanças de prioridades e 47% para aumentar a produtividade dos times. Ou seja, o RH possui o interesse direto nessa aplicação!

Método ágil

Mas, o que são os tais métodos ágeis?

Os métodos ágeis envolvem um conjunto de conceitos e práticas que, dentre outros, possuem o objetivo de acelerar o ritmo das entregas a fim de gerar mais valor ao cliente.

Esse conceito foi originado por volta dos anos 1990, no contexto de desenvolvimento de software e rapidamente foi difundido entre os especialistas, resultando na criação de diferentes modelos que melhoraram muito os resultados, principalmente na gestão de projetos.

Um dos principais motivos para o surgimento desses métodos era uma alternativa aos modelos tradicionais de desenvolvimento (ainda utilizados em muitas empresas), que eram vistos como lentos e burocráticos. Os ciclos de desenvolvimento que chegavam a durar anos, passaram a durar semanas ou meses quando realizados com práticas ágeis.

Entre os mais conhecidos estão o Scrum, além do Kanban, Lean, XP, entre outros. Clique aqui e leia um artigo completo da Agile School para conhecer melhor cada um destes métodos.

O que muda no papel de profissional de RH?

Inspirado no Manifesto Ágil, em 2019, foi criado o Manifesto Ágil do RH. Segundo informações desse documento, o profissional de RH precisa valorizar e desenvolver algumas competências. O documento diz:

“Estamos descobrindo melhores maneiras de desenvolver uma cultura de trabalho, fazendo isso e ajudando outros a fazê-lo também. Através deste trabalho, passamos a valorizar:

  • Redes colaborativas mais do que estruturas hierárquicas
  • Transparência mais do que sigilo
  • Adaptabilidade mais do que prescrição
  • Inspirar e comprometer-se mais do que gerenciar e reter
  • Motivação intrínseca mais do que recompensas extrínsecas
  • Ambição mais do que obrigação”

Além desses princípios, o Manifesto Ágil do RH ainda finaliza explicando que: 

“Ou seja, apesar de reconhecermos valor nos itens à direita, valorizamos mais os itens à esquerda.”

Manifesto Ágil de RH

Sendo assim, as práticas ágeis contribuem para que os especialistas em RH possam ajudar os colaboradores a se desenvolverem, crescerem e serem felizes com suas funções e local de trabalho. 

Por isso, é importante que este profissional incentive as pessoas a acolherem as mudanças quando necessário, a motivação e as habilidades dentro das equipes, além de auxiliarem na construção de um ambiente que permita e  estimule o crescimento pessoal e profissional. Desta forma, a empresa consegue aproveitar os pontos fortes e os talentos dos colaboradores.

Como aplicar a Agilidade na área de Recursos Humanos

Antes de aplicar qualquer metodologia na sua empresa é necessário analisar bem qual se adequa melhor a sua realidade e entender a melhor forma de começar um novo método, já que essa é uma mudança cultural e vai impactar o dia a dia de todas as pessoas envolvidas.

Após compreender o significado dos métodos ágeis, você vai precisar estudar o seu ambiente de trabalho e analisar os passos que podem ser tomados. Abaixo vamos dar algumas dicas práticas de como aplicar no time de RH. 

Processo Seletivo

Para conseguir um processo de seleção ágil é necessário organização. Por isso, ter as etapas do processo claras facilita a contratação de profissionais qualificados. Também é possível utilizar um método baseado no Kanban, que é um sistema de gestão visual para ajudar a deixar mais evidente as etapas do processo. 

Além disso, é possível determinar prazos com base na capacidade produtiva da equipe. Existem algumas ferramentas que podem ser utilizadas e elas vão automatizar as etapas e auxiliar na definição dos requisitos, além de analisar a compatibilidade do candidato com alguma vaga.

Desenvolvimento da equipe

No modo tradicional, o RH tem como foco o indivíduo como único, ou seja, são analisados o desempenho e as necessidades de cada colaborador individualmente. Já com uma cultura ágil, a atenção passa a ser direcionada para as equipes como um todo. No framework Scrum, os times criam, executam e revisam suas tarefas e metas periodicamente, atualizando e melhorando suas demandas e entregas, e trabalhando em ciclos curtos.

O Scrum tem como inspiração as formações compactas dos jogadores de Rugby, que utilizam um esforço conjunto para vencer o adversário. Isso acontece também dentro do modelo de trabalho Scrum, uma vez que o time se ajuda para agilizar os projetos, além de facilitar a identificação de obstáculos, geração de ideias, avaliação de líderes e acompanhar a evolução da equipe. 

Treinamentos

Podemos dizer que essa parte de capacitação é a “menina dos olhos” das áreas de RH. Porém, os formatos tradicionais de estudo consomem um tempo valioso dos colaboradores, acabam não gerando engajamento e tem pouca aplicação na prática. Por outro lado, os métodos ágeis focam no aprimoramento das habilidades, tornando o treinamento mais direcionado e prático.

Um exemplo são as sessões de coaching para gestores, feitas de forma bem flexível e personalizadas para cada contexto. Assim, os líderes podem escolher o melhor horário para se desenvolverem. Após as aulas, eles recebem feedbacks e aplicam no trabalho o aperfeiçoamento das suas competências.

As práticas de liderança ágil com Scrum e de Management 3.0 são ótimas para esse tipo de capacitação, por exemplo, pois unem teoria e prática de forma dinâmica e bem atual!

Processo seletivo ágil

Por que ser Ágil é tão importante para o RH?

A Agilidade é focada em pessoas, sejam colaboradores ou clientes, além de promover pequenos ciclos de entregas, com aprendizados voltados para a melhoria contínua, ou seja, os líderes passam a dar e receber feedbacks em tempo real, os times passam a se organizarem de forma mais produtiva e colaborativa, sendo este um cenário completamente diferente do modelo tradicional de trabalho – geralmente mais burocrático e com pessoas trabalhando totalmente sobrecarregadas. E é claro, por ser um modelo de trabalho totalmente focado em pessoas, se torna essencial para a área de Recursos Humanos!

Podemos dizer que a agilidade se tornou uma vantagem competitiva dos negócios, pois quem estiver acompanhando as mudanças do mercado e souber se adaptar à elas, com certeza vai criar novas oportunidades, tanto para atrair mais clientes, como para ter melhores profissionais como colaboradores. 

Da mesma maneira que as pessoas e as empresas vão precisar se adaptar a esse novo formato de trabalho para conseguir atender às necessidades do mercado de trabalho, o RH Ágil é um movimento que ajuda a tornar essa área cada vez mais protagonista em inovação nas organizações e estrategicamente mais eficiente.

RH Tradicional x RH Ágil

Para facilitar o seu entendimento entre as diferenças do RH Ágil para o RH Tradicional, listamos algumas mudanças do dia a dia desses dois cenários:

RH Tradicional

  • De forma geral, no RH tradicional o feedback acontece de forma pontual, nos momentos de avaliações semestrais ou anuais;
  • A liderança em uma empresa que tem um RH tradicional tende a ser mais centralizada e apegada à hierarquia;
  • O modelo tradicional desenvolve os colaboradores até que atinjam o nível de performance desejado pela empresa ou pelo cargo. Isso quer dizer que eles não aproveitam as verdadeiras qualidades que aquele colaborador pode oferecer;
  • Neste modelo, o cargo e a posição dos funcionários são tão definidos que muitas vezes dificultam a mudança de carreira do colaborador; 
  • O time de RH é responsável por atrair, desenvolver e avaliar os talentos dentro da empresa. 

RH Ágil

  • No RH ágil o feedback é constante e faz parte da rotina dos profissionais. A forma como um processo ágil é estruturado exige que esse tipo de comunicação aconteça a todo momento; 
  • Neste modelo, a empresa cria um ambiente de aprendizado constante, ou seja, o colaborador consegue se desenvolver de forma mais assertiva, podendo atuar até em setores diferentes da sua área inicial de atuação;
  • No RH ágil as lideranças são incentivadas a compartilharem mais da sua gestão e atuarem de forma mais orientadora, o que faz com que esses gestores tenham mais confiança em seus liderados e os conheçam melhor;
  • As práticas ágeis permitem que a empresa desenvolva vários programas de treinamento e desenvolvimento, acompanhando as mudanças exponenciais que ocorrem no mercado; 
  • Com uma cultura ágil, o RH se torna mais estratégico e especializado, já que ajudará ainda mais a compor times multidisciplinares, como as squads; 
  • Com essas mudanças organizacionais, cada vez mais ágeis e digitais, o RH Ágil promove uma cultura de feedbacks e avaliação de desempenho muito mais justa, focada em metas e objetivos positivos para todas as pessoas envolvidas.
RH ágil

Os benefícios de uma empresa que possui um RH Ágil

Como citamos um pouco acima, entre os inúmeros benefícios em ser um RH mais ágil e inovador, o aumento da produtividade e a organização no dia a dia com certeza é algo a ser valorizado. Confira mais alguns pontos que merecem ser ressaltados:

Simplificação de processos:  As demandas do RH passam a ser claras em diversas fases como planejar, desenvolver, finalizar, testar e executar, além de facilitar a divisão de papéis e responsabilidades da rotina de trabalho.

Aumento da produtividade: Como os projetos são divididos em sprints (quantidade de tempo determinado para a realização de algumas tarefas) e cada membro do time possui um papel, o resultado da entrega da demanda depende tanto do esforço individual, quanto da equipe. 

Melhora da comunicação e relacionamento: Um ambiente focado em melhoria contínua e mais colaboração possui: cultura de feedbacks, melhores planejamentos de carreiras e mais comunicação entre as equipes (incluindo a comunicação entre as lideranças e as outras camadas de gestão).

Mais agilidade, criatividade e inovação: Com as abordagens e frameworks ágeis, as empresas possuem mais espaço para inovar, criar e testar. Normalmente, áreas que utilizam métodos como Kanban, Scrum, etc, conseguem um enxugamento nos processos. Isso torna a forma de criar iniciativas mais eficiente e mais conectada com as pessoas, gerando mais valor e satisfação.

Além de toda essa mudança de mindset, para finalizar, como explica o próprio co-criador do framework Scrum, Jeff Sutherland, em seu livro “Scrum – A Arte de Fazer o Dobro do Trabalho na Metade do Tempo”: o sucesso do Scrum, por exemplo, se dá pelo fato dele ter sido criado com base em como as pessoas trabalham e não em como dizem que trabalham. Analisando essa explicação do Jeff, conseguimos observar que quando as mudanças são focadas nas pessoas, elas realmente trazem resultados duradouros que é um motivo completamente conectado com os princípios da área de RH. Vale a leitura!

Conteúdo criado pela Agile Inc em parceria com a GeekHunter

Compartilhar