Skip to main content

Hard skills e soft skills: o que priorizar em um profissional de TI

Saber quais são as hard skills e soft skill mais demandadas pela área de tecnologia é um daqueles conhecimentos indispensáveis para a realização de contratações mais assertivas. 

Afinal de contas, quando falamos no recrutamento por competências, um bom entendimento sobre as habilidades desejadas no profissional que será contratado é crucial para que você encontre o talento ideal ao final de todo o processo. 

Acontece que, com a carreira de TI passando por tantas transformações ao longo dos anos, nem sempre é fácil acompanhar as novas exigências do mercado e saber exatamente quais habilidades priorizar, não é mesmo? 

Se a sua resposta para essa pergunta foi sim, então você não pode deixar de ler este artigo até o final. 

Ao longo dele, nós vamos explicar não somente quais são as principais diferenças entre hard skills e soft skills, como também vamos detalhar quais são as habilidades consideradas essenciais nos dias de hoje para os profissionais de TI.

Vamos nessa? 

O que é hard skills e o que é soft skills

Mesmo com ambos os conceitos estando muito presentes no dia a dia do RH, é comum rolar certa confusão ao falarmos sobre hard skills e soft skills. 

Para não restar mais dúvidas, vamos entender de uma vez por todas o que cada um dos termos quer dizer? 

Bom, quando traduzida para o português, a palavra “skill” pode ser entendida como a habilidade ou competência que alguém tem para executar algo. 

No mundo corporativo, por sua vez, essas competências podem ser divididas entre as habilidades técnicas, que são chamadas de hard skills, e as habilidades comportamentais, denominadas soft skills.

Em outras palavras, as hard skills são aqueles conhecimentos que podem ser mais facilmente mensurados durante um processo seletivo, como o domínio de outros idiomas ou o conhecimento sobre linguagens de programação específicas.

Já as soft skills são atributos atrelados ao perfil comportamental de um candidato e, portanto, são mais difíceis de captar. Como exemplo, podemos citar a inteligência emocional, criatividade e o espírito de colaboração.

Principais diferenças entre hard skills e soft skills

Como você viu acima, hard skills e soft skills são conceitos muito diferentes entre si, mas se complementam na hora de identificar o perfil de candidato ideal.

Em resumo, podemos dizer que:

  • Hard skills são habilidades técnicas e, portanto, mais específicas e fáceis de comprovar por meio de testes ou até mesmo certificações. Também são mais fáceis de serem desenvolvidas, tanto fora quanto dentro das empresas;
  • Soft skills são habilidades interpessoais e sociais, atreladas à forma como uma pessoa lida com as situações e emoções. Por serem mais genéricas, também são mais difíceis de serem avaliadas durante os processos seletivos.

Agora que você já sabe o que é hard skills e soft skill, vamos em frente! 

Qual a importância das soft e hard skills?

Antes de falarmos sobre as competências mais buscadas pelo mercado de tecnologia, vamos entender por que as soft e hard skills são tão importantes?

Para começar, as hard skills e soft skills são fundamentais para o sucesso de um profissional, independentemente da área em que ele vai atuar.

Veja só: enquanto as habilidades técnicas e específicas reforçam a aptidão que um colaborador terá para desempenhar suas atividades, as habilidades comportamentais são determinantes para a construção de bons relacionamentos no ambiente de trabalho. 

É por isso que, cada vez mais, as empresas buscam por profissionais diferenciados, que combinam bem essas duas skills, especialmente quando falamos em cargos de gestão.

É fato: já se foi o tempo em que as hard skills eram os únicos fatores avaliados nos processos seletivos. 

Olhar para as características comportamentais que ajudarão um profissional a desempenhar bem suas funções, colaborar com seus pares e atuar de forma mais estratégica se tornou algo igualmente importante para o sucesso das organizações.

Soft e hard skills mais procurados na área de tecnologia e programação

Agora sim, chegamos ao momento mais aguardado do post! 

Como dissemos anteriormente, o mercado de Tecnologia da Informação tem mudado constantemente e exigido cada vez mais dos profissionais.

Se você quer saber quais são as habilidades e competências técnicas e comportamentais mais buscadas em quem atua na área, confira a lista que preparamos:

Soft Skills

  • Criatividade: capacidade para criar soluções a partir da tecnologia, como forma de colaborar com os objetivos da empresa;
  • Liderança e Motivação: profissionais com perfil de liderança são capazes de manter as equipes de trabalho constantemente motivadas e orientadas ao cumprimento das metas;
  • Colaboração: na área de TI é comum vermos profissionais trabalhando em estreita colaboração. Por isso, a capacidade de trabalhar bem em equipe é uma habilidade bastante desejada;
  • Adaptabilidade: a capacidade de se adaptar rapidamente às mudanças é algo valioso, especialmente em um mercado que vive em constante evolução;
  • Inteligência emocional: é a capacidade de lidar com as emoções e sentimentos, tanto próprios quanto dos outros, a fim de contribuir com a construção de relações mais frutíferas.

Hard Skills

  • Linguagens de programação: a busca por desenvolvedores não para de crescer. Entre as linguagens mais demandadas, destacam-se Java, Python, C++ e JavaScript;
  • Inteligência artificial (IA): essa é uma das tecnologias que encabeçam a indústria 4.0. Não por acaso, a tendência é que ela esteja cada vez presente no dia a dia das empresas que querem se diferenciar;
  • UX – Experiência do usuário: cada vez mais, as empresas olham para a experiência de seus usuários. Por isso, profissionais que dominam esse conhecimento têm se destacado bastante; 
  • Computação em Nuvem: a computação em nuvem é crucial para a redução de custos e crescimento de muitas companhias. Por esse motivo, ela é considerada um hard skills de TI importante;
  • Análise de Dados: a tecnologia proporciona que as empresas tenham um volume de dados cada vez maior em mãos. Ter quem saiba analisar todos essas informações, a fim de detectar e solucionar problemas, fará toda a diferença;
  • Gestão de projetos: com o passar dos anos, novas metodologias de gestão de projetos foram ganhando força nas empresas, como o Scrum e o Kanban. Conhecer essas e outras ferramentas é um diferencial e tanto!

Hard skills e soft skills para liderança e colaboradores

Como você pôde acompanhar, existe uma série de hard skills e soft skills que são importantes para profissionais que atuam na área de tecnologia. 

Mas é válido lembrar que nem todas elas precisam estar presentes em um único profissional.

Algumas competências são mais demandadas em posições de lideranças, por exemplo, como a capacidade de motivar e as habilidades de gestão.

O fato é que cada cargo exigirá um conjunto de hard skills e soft skills específicas. O segredo é entender caso a caso e, antes de iniciar um processo de seleção, ter muito bem definido quais as características necessárias para a vaga em aberto.

Dessa forma, você verá que será muito mais fácil encontrar um candidato totalmente alinhado ao que a sua empresa espera naquele momento!

Para as pessoas candidatas, vale lembrar que, por mais difícil que possa parecer, praticamente todas as habilidades podem ser desenvolvidas ou aprimoradas se buscadas com afinco. Para auxiliar neste processo, listamos 15 livros de desenvolvimento pessoal e profissional que são recomendados por profissionais de RH. Nos vemos por lá!  

Compartilhar