Skip to main content

Gestores de Tecnologia: entenda de uma vez por todas as diferenças entre CIO, CPO, CTO e CDO

São muitos os gestores possíveis em tecnologia, então como saber o que difere a função de um e outro? Como eles funcionam juntos? 

Dependendo do tamanho e da estrutura, muitas organizações têm mais de um gestor de tecnologia encarregado do software corporativo, do gerenciamento de TI e das estratégias de negócios digitais da empresa.

Mas as diferenças entre seus papéis deixam muitas pessoas totalmente perdidas. E é essa questão que queremos ajudar a solucionar aqui neste artigo 🙂

Conteúdo

1. Gestor de Tecnologia: entenda agora qual é o seu papel

2. Diferenças entre os gabinetes de tecnologia

2.1. CIO (Chief Information Officer)

2.2. CPO (Chief Product Officer)

2.3. CTO (Chief Technology Officer)

2.4. CDO (Chief Digital Officer)

3. Como funciona a hierarquia entre os Gestores de Tecnologia

1. Gestor de Tecnologia: entenda agora qual é o seu papel

Os cargos de nível C são cargos de chefia, do mais alto nível de liderança e responsabilidade nos seus respectivos setores.

O mais popular de todos, o CEO, é o chefe do gabinete executivo (em tradução literal), cargo que também é conhecido como presidência de uma empresa, ou diretoria executiva.

Analogamente, os outros cargos de nível C serão chefes de seus respectivos gabinetes, que no caso estão relacionados à tecnologia.

Na sequência, veremos detalhadamente as funções de cada um desses gestores, e precisamos ter em mente que, por conta do setor de tecnologia mudar muito rápido, isso costuma significar que o que é esperado de um profissional em determinado cargo dessa área também esteja passível a mudanças.

Sugestão de leitura

Liderança no trabalho: o que fazer para desenvolvê-la em sua organização

Em resumo, um CIO é o(a) Chief Information Officer, ou chefe do gabinete que lida com tecnologia da informação, mas voltado para o aumento da eficiência dos processos internos da empresa. Em geral, é um cargo que está presente em empresas tradicionais.

CTO é o(a) Chief Technology Officer, e em algumas organizações pode dividir tarefas com o(a) CIO, pois são ambos cargos que lidam com tecnologia da informação. A diferença é que o(a) CTO tem como objetivo apontar as tecnologias que trarão melhoria no produto final da empresa. É um cargo comum em startups, empresas cujo negócio já nasceu no meio digital.

CPO é o(a) Chief Product Officer, também trabalha para garantir eficiência, mas no sentido de que os projetos estejam alinhados à estratégia de negócios da empresa. Por conta disso, é um(a) diretor(a) que supervisiona diretamente vários outros gabinetes.

CDO é o(a) Chief Digital Officer, tem como função principal levar a adaptação e constante melhoria de um negócio para o meio digital. A empresa pode ter iniciado como um negócio tradicional, mas agora tem interesse em expandir seus negócios, se modernizar, e assim sente a necessidade de um(a) CDO.

Workers at an IT company working on a computer

2. Como funciona a hierarquia entre os Gestores de Tecnologia

Os cargos de nível C respondem diretamente à alta diretoria, ou seja, ao CEO. Mas em alguns casos podem precisar responder uns aos outros.

Em geral, questões que envolvam aprovação de orçamento precisam ser levadas ao Diretor Financeiro (CFO), questões que esbarrem em estratégias de marketing ao diretor da área (CMO), questões que necessitem aquisição de novas tecnologias ao CIO ou CTO (mas se houver os dois cargos na empresa, o CTO responde ao CIO, pois o escopo das responsabilidades deste é mais amplo).

Se o aplicativo da empresa é ruim, ou mesmo não existe um, esse é um ponto para ser levado ao CDO (caso ele mesmo não tenha dado algum passo em direção a isso). E todas as questões envolvendo as etapas de produção de um produto, precisam ser reportadas ao CPO, de maneira que muitos diretores podem ter que responder a esse cargo em algum momento, apesar de todos terem bastante autonomia.

Team work process. young business managers crew working with new startup project. laptop on wood table, typing keyboard, texting message, analyse graph plans.

3. Diferenças entre os gabinetes de tecnologia

Agora vejamos com mais detalhes quais são as funções e o que esperar de um CIO, CPO, CTO e CDO.

Sugestão de leitura

Precisamos falar sobre a descrição de cargos, é para o seu bem!

3.1. CIO (Chief Information Officer)

Os CIOs de hoje devem ter um foco muito mais estratégico que operacional nas empresas. As empresas estão se tornando cada vez mais digitalizadas, e como resultado, as estratégias de negócios e TI devem ser unificadas.

O CIO é um grande coringa no sentido de que deve saber algo sobre todas as operações, porque tudo envolve a tecnologia de alguma forma. Hoje, o CIO é uma função com foco muito mais estratégico e operacional do que jamais foi.

Embora existam muitas complexidades na descrição do trabalho do CIO, podemos considerar que os três pontos a seguir definem seu trabalho:

• Um CIO atua como um estrategista de tecnologia interno. Precisa entender as necessidades de negócios da empresa e saber sobre as tecnologias utilizadas. Essencialmente, eles são os executivos de TI da empresa.

• Um CIO é o mediador interno. É responsável por comunicar as necessidades, metas e processos dos departamentos de TI aos outros chefes de departamento. Eles são os proprietários de todas as operações de TI e são responsáveis por melhorar a eficiência dos processos em seu departamento.

• O foco do CIO está nos resultados financeiros. Se concentram no gerenciamento de operações de negócios, na execução de operações internas de TI e desenvolvem estratégias para aumentar a lucratividade da empresa.

3.2. CPO (Chief Product Officer)

Um(a) Chief Product Officer (CPO) é o(a) chefe do departamento de produto responsável pela disciplina de produção. Um CPO é aquele que gerencia produtos e equipes para projetar melhores resultados para os clientes. É uma função imprescindível para uma empresa crescer.

Existem vários outros cargos de chefia que lidam com produto, mas seu escopo é diferente. Um CPO é aquele que toma todas as decisões de “produto”. Um CTO é aquele que investiga o aspecto do desenvolvimento do produto. Um CMO é aquele que analisa como o produto deve ser comercializado.

As três principais atividades de um CPO em uma organização são as seguintes:

• A visão do produto é sua ideia central. Quais são o valor e a missão do produto? Como uma mudança nele impactará os clientes? Alguns dos principais aspectos da visão incluem garantir que o produto seja adaptável aos clientes.

• Criar a estratégia para os produtos e um roteiro detalhado para as equipes poderem cumprir e atender a vários KPIs. Isso medirá o desempenho do produto e criará soluções sustentáveis. Fatores como recursos, clima de negócios, necessidades do cliente e concorrência precisam ser considerados durante a criação de uma estratégia. O objetivo é conectar a tecnologia aos canais go-to-market e acelerar o desempenho do produto.

• Uma empresa possui várias equipes que precisam se coordenar para fornecer um ótimo resultado. Um CPO precisa garantir que a colaboração da equipe multifuncional esteja em dia. Isso inclui comunicar as metas da empresa de forma clara, melhorando a visão, os resultados e garantindo a entrega dos resultados. Como dissemos anteriormente, um CPO coordena vários departamentos para melhorar a criação de produtos.

Um diretor de produto deve aprimorar suas habilidades para atender aos vários requisitos de equipes diferentes. Isso inclui desenvolvimento de scrum, estrutura ágil, design de TI e muito mais.

3.3. CTO (Chief Technology Officer)

O CTO (Chief Technology Officer) é responsável pelos insumos de tecnologia para o desenvolvimento de produtos, oferecendo inovação com foco operacional.

Um CTO normalmente responde ao CIO (por conta deste cargo ser mais estratégico que operacional), e pode ser definido pelas três características a seguir:

• Um CTO atua como um engenheiro de tecnologia. Os Diretores Técnicos lideram o desenvolvimento de produtos, o planejamento de tecnologia e as atualizações de hardware.

Eles criam tecnologias para vender aos clientes e atuam como “arquitetos-chefes” em infraestrutura de tecnologia. Eles atuam como diretores de desenvolvimento de software.

• Um CTO é o representante da empresa em relacionamentos externos que envolvam tecnologia. Eles são responsáveis por compartilhar as novidades de TI da empresa e cultivar relacionamentos que potencializam sua rede de contatos.

Os chefes de tecnologia precisam ser visionários, técnicos e excelentes em representar a estratégia de tecnologia de uma empresa. Precisam ter um talento especial para construir relacionamentos colaborativos com os fornecedores.

• O foco de um CTO é aumentar a receita líquida de vendas ou a receita bruta. Eles procuram novas oportunidades, novos mercados e elaboram os planos adequados para capitalizar sobre eles.

3.4. CDO (Chief Digital Officer)

Um Chief Digital Officer, ou CDO, ainda é uma função executiva relativamente nova. A responsabilidade geral do CDO é impulsionar o crescimento e a renovação estratégica, transformando os negócios analógicos tradicionais de uma organização em negócios digitais.

Eles focam especialmente na criação de novo valor por meio do uso inteligente de ferramentas, plataformas, tecnologias, serviços e processos digitais.

As três principais características do cargo de CDO em uma empresa são:

• Impulsionar a inovação digital e atuar como um agente de mudança multifuncional em toda a organização, definindo e implementando estratégias de negócios digitais. Deve trabalhar com parceiros multifuncionais para mapear e fazer a transição de processos tradicionais para digitais.

• Garantir a colaboração, o compartilhamento de conhecimento e as melhores práticas digitais entre parceiros e colegas, para ajudar a incorporar um ecossistema digital robusto com foco nos usuários.

O papel do CDO é encontrar o problema do cliente, alavancando a mentalidade e pensamento de design, e solucionar a questão encontrada usando análise de dados, IA e machine learning. Ele(a) deve ser o(a) líder de uma equipe centrada no usuário, que ganhe impulso com práticas que sejam empáticas em relação ao consumidor.

• Avaliar o ROI (retorno de investimento) em projetos digitais, aprimorando as abordagens conforme necessário para garantir o investimento em ferramentas e recursos relevantes.

Sugestão de leitura

Soft skills: as 15 mais pedidas em 2021 – GeekHunter RH Tech

Esperamos ter solucionado as suas dúvidas em relação a esses cargos tão importantes. Comente aqui conosco se há algum desses líderes em sua empresa e se suas funções são similares ou diferentes. Se a empresa em que trabalha ainda não tem líderes de tecnologia, entre em contato conosco da GeekHunter e te ajudaremos a encontrar o líder ideal para alavancar os negócios da sua empresa!

Compartilhar