Skip to main content

Transformação digital no RH: conheça as principais tendências e impactos

Nos últimos anos, as tendências tecnológicas têm beneficiado as empresas de diferentes formas, inclusive na área de Recursos Humanos. Justamente por esse motivo, hoje o nosso papo é sobre os impactos da transformação digital no RH

Você já deve ter percebido que, cada vez mais, surgem novas tendências digitais capazes de otimizar a gestão de pessoas. Estar atento a elas é fundamental para as empresas que desejam construir uma base sólida de talentos.

Por isso, chegou o momento de se atualizar! Se você quer saber como a transformação digital impacta o setor de RH e o que você pode fazer para acompanhar as novidades nesta frente, então confira este post até o final!

Primeiramente, o que é o processo de transformação digital?

Sim, muito se fala sobre transformação digital. Porém, há pessoas que ainda têm dúvidas sobre o que está por trás deste conceito. Então vamos começar por esclarecê-lo…

No geral, a transformação digital pode ser entendida como um processo de mudança de mentalidade, por meio do qual as empresas passam a usar a tecnologia digital para solucionar problemas tradicionais do dia a dia.

É fácil observar como isso vem acontecendo: hoje, muitas tarefas repetitivas ou burocráticas são realizadas por sistemas, além de eles dominarem toda a nossa comunicação.

Porém, a transformação digital vai muito além disso. Ela envolve não só a adoção de tecnologias, mas mudanças realmente significativas no ambiente de trabalho. Trata-se de algo disruptivo, que tende a reinventar a forma como realizamos nossas atividades.

Nesse novo contexto, a tecnologia passa a ter um papel fundamental nas mais diversas áreas e processos de uma empresa. 

Qual o impacto da transformação digital no RH?

Especificamente no setor de RH, o uso da tecnologia e de ferramentas digitais já é uma realidade que têm trazido mudanças significativas ao direcionar a tomada de decisões e potencializar os resultados das estratégias encabeçadas pela área.

Neste contexto, a transformação digital atende a algumas finalidades principais:

Automatização de tarefas repetitivas

Um dos pontos fortes da transformação digital no RH é a redução das horas gastas em processos burocráticos, que passam a ser feitos de forma automatizada.

Vamos pensar em um exemplo simples: até pouco tempo, um funcionário (ou um grupo) precisava recolher os cartões de ponto dos colaboradores ou analisar os livros de presença. 

Neste cenário, era preciso checar dado por dado para descobrir se os colaboradores tinham cumprido suas jornadas com exatidão. Depois disso, calculava-se os salários, descontos, horas extras, encargos, etc… Processo que gastava uma quantidade imensa de tempo.

Com a transformação digital no RH, essa atividade já não é necessária. Isso porque é possível registrar a presença dos colaboradores com dispositivos biométricos ou mesmo aplicativos que usam o GPS para determinar a localização.

O tratamento das informações, por sua vez, também é bem diferente: esses dispositivos enviam os dados por Wi-Fi diretamente para o sistema, que realiza todos os cálculos. Assim, a equipe do RH fica livre dessas tarefas, além de obter dados muito mais precisos.

Ao tirar da equipe o peso de uma série de tarefas burocráticas, a transformação digital no RH permite que os profissionais da área melhorem sua produtividade e se dediquem a atividades mais estratégicas.

Análise de dados

Outro ganho excelente que a tecnologia trouxe para as empresas foi a possibilidade de extrair informações úteis a partir do levantamento e compartilhamento de dados.

A relevância disso é que, com dados confiáveis em mãos, fica mais fácil analisar os resultados das ações que já estão em andamento, bem como identificar problemas rotineiros e ter insights sobre medidas que podem ser adotadas para aprimorar alguns processos.

Entre os exemplos de métricas que podem ser acompanhadas em tempo real pelo RH, com a ajuda de ferramentas digitais específicas, estão:

  • Efetividade das ações de treinamentos;
  • Produtividade individual de funcionários ou da equipe;
  • Índice de turnover;
  • Tempo médio de fechamento de vagas, entre outros.

Estímulo à produtividade

Além de melhorar a produtividade dos colaboradores do próprio RH, ao automatizar tarefas repetitivas e permitir a tomada de decisões mais assertivas, a transformação digital também favorece a melhora de desempenho da empresa, como um todo.

Por exemplo: ao permitir um acompanhamento personalizado e mais próximo de cada colaborador, bem como a promoção de ações realmente alinhadas com o que eles demandam, a tendência é que os funcionários se tornem mais engajados e satisfeitos.

Isso é importante porque, segundo uma pesquisa realizada pela Universidade da Califórnia, um trabalhador feliz é, em média, 31% mais produtivo, três vezes mais criativo e vende 37% a mais em comparação com outros. 

Principais inovações tecnológicas adotadas pelo RH

Agora que você já sabe o que é a transformação digital no RH e quais os impactos positivos que ela traz, chegou o momento de descobrir quais são as principais tendências que despontam na área. Vamos lá?

  1. Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial (IA), ramo da ciência da computação que busca simular a inteligência humana em uma máquina, é uma das tecnologias que revolucionou o RH. 

Especialmente nas etapas de recrutamento e seleção, a IA vem se mostrando uma grande aliada das contratações assertivas. Ela pode ser usada, por exemplo, para auxiliar os candidatos ao longo do processo seletivo, avaliar competências, cruzar informações e muito mais.

  1. People Analytics

Como dissemos anteriormente, a possibilidade de coletar e analisar dados é um dos grandes ganhos que a transformação digital trouxe ao RH e isso está totalmente atrelado ao People Analytics, metodologia que possibilita uma visão mais estratégica de cada colaborador na organização.

Basicamente, esse grande volume de dados que é coletado com o auxílio de ferramentas digitais permitem avaliar o desempenho dos colaboradores, estabelecer padrões de comportamentos, elaborar ações mais direcionadas, entre outras vantagens.

  1. Recrutamento e Seleção Digital

Sem dúvidas, o uso de plataformas de recrutamento online se tornou um divisor de águas. Entre todas as inovações trazidas pela transformação digital no RH, essa é uma das que mais se destacam.

As plataformas de recrutamento online são ferramentas de apoio que otimizam diversos processos envolvidos na contratação de novos talentos, que vão desde a divulgação de vagas, entrevistas online, feedback de resultados, etc.

Algumas soluções possuem, ainda, features que permitem a seleção otimizada de currículos, por meio do cruzamento de dados dos candidatos com as especificidades da vaga. 

A GeekHunter, por exemplo, recomenda candidatos que estejam alinhados com as oportunidades divulgadas na plataforma, bastando um clique para entrar em contato e fazer uma proposta. 

  1. Gamificação

Por último, temos a gamificação, tecnologia que tem sido cada vez mais aderida pelas empresas, a fim de gerar maior engajamento nas ações de desenvolvimento.

Em resumo, a Gamificação utiliza a dinâmica ou mecânica dos jogos para engajar os colaboradores em um contexto de aprendizado divertido e lúdico, incentivando-os a desenvolverem novas habilidades.

Ela, portanto, tende a aumentar o interesse dos funcionários em relação aos treinamentos realizados pela empresa, contribuindo assim para uma força de trabalho constantemente atualizada. 

Considerações finais

Como você pôde acompanhar, a transformação digital trouxe diversas mudanças benéficas para o RH e a tendência é de que isso continue acontecendo.

Cada ano traz a certeza de que novas ferramentas irão surgir, proporcionando mais agilidade, redução de custos e produtividade para a gestão de talentos. Por isso, fique de olho! Ter atenção às inovações tecnológicas neste segmento é fundamental para que a sua empresa saia na frente! ☺

5/5 - (1 vote)
Compartilhar

Redação GeekHunter

Artigos escritos pela equipe de conteúdo da GeekHunter.