Skip to main content
média salarial do programador

Qual a média salarial do programador por senioridade?

Já comentamos sobre como saber se um desenvolvedor é Júnior, Pleno ou Sênior, chegou a vez de abordarmos sobre qual é a média salarial do programador de software conforme sua senioridade.

10 lugares para seu RH encontrar programadores qualificados

Os cenários

Programador é um termo muito amplo e envolve uma ampla gama de profissionais.

Algumas pessoas desenvolvedoras nesta função podem se concentrar exclusivamente na construção de aplicativos móveis, enquanto outras podem passar suas carreiras mantendo código legado para plataformas corporativas.

Além do nível de senioridade, devemos considerar como relevante o impacto da stack envolvida no ecossistema de desenvolvimento de software.

Outro ponto importante são as habilidades adquiridas que não são de aptidão técnica, as chamadas Soft Skills.

Somam-se estes aspectos e temos um cruzamento de dados entre as habilidades mais pedidas, linguagens mais procuradas e o nível de senioridade formando diferentes cenários.

As habilidades mais valiosas para um desenvolvedor de software

habilidades-desenvolvedor-de-software

Como dito anteriormente, as habilidades necessárias para desenvolvedores de software podem variar muito entre diferentes cenários.

Eis alguns exemplos de anúncio de vagas reais em que existe o cruzamento de dados entre as habilidades mais pedidas e as linguagens mais requisitadas:

  • Empresa busca dev Java com habilidades em comunicação;
  • Engenheiro de software criativo e que saiba trabalhar em equipe;
  • Desenvolvedor de software com foco em resolução de problemas;
  • Back-end que saiba resolver problemas de forma rápida;
  • JavaScript com conhecimento em Clean Code;
  • Programador Python com conhecimento em planejamento de projetos;

OK! Mas o que isso significa?

Como acontece com muitos empregos em tecnologia, é importante notar que as Soft Skills, como comunicação e trabalho em equipe, são tão importantes tanto quanto as habilidades técnicas e de codificação.

Aliás, os conhecimentos interpessoais e sociais são fundamentais principalmente para o desenvolvedor que deseja se tornar um Team Lead ou querer algum cargo de liderança.

É importante que o recrutador consiga perceber e detectar as subjetividades em processos seletivos, isso pode facilitar o alinhamento entre o candidato e a expectativa salarial.

Além disso, existe um ponto que pode fazer a diferença entre um sim e um não num processo seletivo.

Incentivos financeiros para desenvolvedores

Muitas empresas oferecem incentivos para atrair candidatos e engajá-los no processo seletivo.

Muitas vezes, o desenvolvedor não quer apenas saber o nível de senioridade e a média salarial do programador, mas também como encaixar a remuneração de acordo com seu perfil.

Um exemplo comum é o bônus baseado em desempenho como parte do pacote de remuneração geral dos desenvolvedores de software.

Fatores como experiência, capacidade de resolução de problemas, porfólio e histórico profissional são exemplo de fatores a se considerar na variável. O tempo de casa também pode determinar o tamanho desse bônus.

Em algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo, os bônus são uma grande porcentagem da remuneração dos desenvolvedores de software.

Observe o valor dos salários nas grandes empresas segundo a levels.fyi. Todos os valores são mensais e em dólar, confira:

Google

  • Remuneração mensal inicial de uma pessoa desenvolvedora: $10.072,41
  • Incentivos financeiros (Bônus + Benefícios): $4.977,00
  • Total: $15.049,41

Apple

  • Média salarial inicial do programador: $10.486,66
  • Incentivos financeiros (Bônus + Benefícios): $3.494,17
  • Total: $13.980,83

Microsoft

  • Média salarial inicial do programador: $8769,33
  • Incentivos financeiros (Bônus + Benefícios): $4.212,83
  • Total: $12.982,16

Amazon

  • Média salarial inicial do programador: $9.622,59
  • Incentivos financeiros (Bônus + Benefícios): $3.077,83
  • Total: $12.700,42

Analisando os dados, podemos notar que o incentivo faz uma grande diferença, a Google não é quem oferece o maior salário diretamente, mas no agregado é a empresa que mais atrai os desenvolvedores financeiramente falando.

Claro que essa é uma realidade para as empresas líderes no mundo em tecnologia, mas serve de benchmarking para entendermos o interesse dos desenvolvedores na busca por vagas de sua senioridade.

Mas como reconhecer então os diferentes tipos de senioridade e aptidões para compreender a realidade salarial destes programadores no Brasil? É o que veremos agora!

Média salarial do Programador Júnior

As características e aptidões essenciais em um desenvolvedor júnior, são:

  • Pouca experiência prática com programação;
  • Bom conhecimento teórico de suas funções;
  • Correção de bugs menores e menos importantes;
  • Ajudar os devs mais experientes;
  • Buscar novas tendências e referências;
  • Precisa ser supervisionado.

O programador júnior tende a ter um conhecimento bem rudimentar sobre processos e habilidades bem limitadas sobre códigos.

Normalmente, o desenvolvedor júnior tende a se apegar a uma linguagem em específico, já que ele não teve tempo o suficiente de maturar em várias linguagens.

Ele é iniciante e deve se esperar dele evolução e proatividade.

A média salarial de um desenvolvedor júnior no Brasil é em torno de R$2.570,00 mensais

Apenas recordando que estamos falando apenas da remuneração direta, desconsiderando os bônus e benefícios. Com isto, o valor total tende a girar em torno de R$3.300,00.

Média salarial do Programador Pleno

As características e aptidões essenciais para um desenvolvedor sênior, tendem a ser:

  • Média de 5-10 anos como programador;
  • Capacidade de configurar um ambiente totalmente sozinho;
  • Experiência acumulada e bom portfólio;
  • Não pensa somente em códigos, mas está ligado ao business;
  • Orienta os desenvolvedores júnior;
  • Encontrar bugs e propor planos de ação;

Apesar de ter autonomia para os principais processos, o desenvolvedor pleno ainda precisa de um mentor, um dev sênior, por exemplo.

Ele também pode não ter a experiência necessária na solução de TODAS as tarefas e em todos todos os níveis de complexidade de forma independente, lembre-se: desenvolvedor pleno ainda não é sênior.

A média salarial de um desenvolvedor pleno no Brasil é em torno de R$4.759,00 mensais.

Com os bônus e benefícios, o valor total de um dev pleno tende a girar em torno de R$5.600,00.

Média salarial do Programador Sênior

As características e aptidões essenciais em um desenvolvedor pleno, costumam ser:

  • Mais de 8 anos como programador;
  • Excelência com códigos;
  • Mentalidade de cientista, busca experiências e inovações cotidianamente;
  • Mentor de novos talentos;
  • Conhecimento e experiência em todos os aspectos da engenharia de software;
  • Pode assumir processo completos, desde o desenvolvimento até o lançamento;
  • Tem uma visão do bigpicture e, ao mesmo tempo, profunda do negócio.

O desenvolvedor sênior é quem costuma prestar mais atenção aos detalhes das vagas. Salário não costuma ser o único chamariz.

Ele já trabalhou em diversos tipos de empresas diferentes, conhece diferentes padrões de personalidade, diversos ambientes, sabe o que é bom e o que não é para ele.

O programador sênior costuma mesclar tudo isso com um balanceamento entre sua vida pessoal e profissional e cruzar com o valor salarial.

Se você conseguir encantá-lo com uma remuneração competitiva e benefícios que façam sentido para o seu momento de vida, mesmo sendo altamente requisitado pelo mercado, ele tende a ser fiel à empresa ou projeto que ele admira.

Não existem fontes seguras de uma média salarial para o desenvolvedor sênior no Brasil, pois não existe um teto padrão, varia muito de empresa para empresa e de mercado para mercado.

Porém, o piso para o desenvolvedor sênior costuma estar acima dos R$6.000,00 mensais sem contar os benefícios

Claro que esses dados são referenciais, mas tudo depende também do cenário, como citamos anteriormente.

Um exemplo claro disso podemos considerar observando este outro artigo sobre salário de programador, com os cargos mais bem pagos em 2020 conforme a tecnologia, cidade entre outros fatores.

Conclusão

Pode-se concluir então que a média salarial inicial dos desenvolvedores no Brasil é de:

Desenvolvedor JúniorR$2.570,00
Desenvolvedor PlenoR$4.759,00
Desenvolvedor Sênior+R$6.000,00

Agora você já sabe a média salarial do programador, mas conta aí, ficou alguma dúvida? Existe alguma particularidade no seu mercado? Deixe seu comentário!

Compartilhar

Eduardo Silva

Copywriter na GeekHunter, busca novas experiências no universo do desenvolvimento de software por meio de histórias de valor.