Skip to main content
desenvolvedor-CRM

O que é um desenvolvedor CRM?

Desenvolvedor CRM

A demanda por desenvolvedores CRM, que já era uma crescente constante, teve um boom com a chegada da pandemia. Neste artigo vou explicar o que é CRM, o que faz esse tipo de desenvolvedor e porque eles são mais importantes hoje que nunca (com alguns dos mais altos salários em tecnologia). 

  • 1. O que é CRM?
  • 2. O que faz um desenvolvedor CRM?
  • 2.1. Customização
  • 2.2. Implementação
  • 2.3. Acompanhamento
  • 3. Quanto ganha um desenvolvedor CRM?

1. O que é CRM?

A sigla CRM significa Customer Relationship Management, que em português é chamado de Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente.

De acordo com o site da Oracle, “um sistema de CRM não é apenas uma solução. Para gerenciar, analisar e melhorar com eficácia o relacionamento com o cliente, você precisa de um conjunto abrangente de soluções em nuvem que dê suporte a cada etapa da jornada do cliente.”

Bom, e o que isso significa? Significa que um sistema ou software CRM vai lidar com uma variedade enorme de dados dos clientes, conforme as necessidades de cada empresa, para ajudar a otimizar as diversas etapas em que existe contato entre ambos, ou seja, desde que ele começa a fazer a pesquisa pelo produto, passando pela compra, por dúvidas e contatos que possa precisar fazer, até os contatos pós-venda e de marketing digital.

É um sistema que te ajuda a monitorar e gerenciar o relacionamento com o cliente de ponta a ponta.

A ideia é que esses dados de serviço, comércio e marketing estejam integrados e disponíveis em nuvem, e uma IA (inteligência artificial) possa combiná-los conforme a necessidade de análise, para que a empresa tenha uma visão global e dinâmica da experiência do cliente ou (CX, na sigla em inglês) para interagir com ele da maneira mais personalizada possível.

Com a parte de coleta e organização de dados automatizada, fica mais rápido analisar esses dados e definir o melhor plano de ação para a empresa captar mais clientes e fidelizar os que já tem.

Poxa, mas como saber se a minha empresa precisa desse tipo de sistema? Se a empresa está perdendo muitas vendas, o clientes não estão voltando e o crescimento está estagnado, esses são alguns sinais. A definição a seguir, também da Oracle, é bastante esclarecedora:

“Com o conhecimento profundo do cliente, as empresas podem:

  • Oferecer e vender produtos novos e complementares – na hora certa, da maneira certa e com o preço certo;
  • Ajudar as equipes de serviço a resolver problemas mais rapidamente;
  • Ajudar equipes de desenvolvimento a criar produtos e serviços melhores.”

2. O que faz um desenvolvedor CRM?

Implementação de CRM

Com a pandemia, todo tipo de negócio, dos pequenos aos maiores, precisaram migrar fortemente para a web e aplicativos para poder sobreviver.

Nisso, os representantes de marketing, de vendas, os responsáveis pelo serviço ao consumidor e os gerentes de negócios que definem as estratégias da empresa podem usar a ferramenta de CRM para melhorar o grau de satisfação dos clientes.

Para isso, os desenvolvedores CRM customizam sistemas para lidar com uma quantidade muito grande de dados de usuários, consumidores e assinantes de alguma plataforma.

Algumas das plataformas de CRM mais utilizadas por desenvolvedores são a SAP CRM, a Dynamics CRM e a Salesforce. Elas são customizáveis e escaláveis. Em geral, um desenvolvedor será especializado em uma dessas plataformas mas precisa também entender como integrá-las com outras aplicações para poder coletar os dados pretendidos.

2.1. Customização

O que o desenvolvedor CRM faz é personalizar um sistema para rastrear as informações do comportamento do cliente, como as datas em que a pessoa fez compras, quais carrinhos ela abandonou, quais são os produtos que ela busca, quais cupons ela usou, se abriu os e-mails enviados, se clicou em algum link da newsletter, quando visitou a loja, etc.

Assim dá pra saber o que está funcionando e o que não está.

Exemplo:  uma empresa que trabalha com venda de produtor por pacotes de assinatura (mensal, semestral ou anual) pode querer saber porque alguns clientes mudaram do pacote anual para o mensal. Com um sistema CRM é possível focar apenas nos clientes que fizeram essa mudança e criar uma estratégia específica para tentar convertê-los novamente.

Essas são funções de um CRM muito simples que pode ser praticamente uma base de dados, mas a maioria desses sistemas é muito mais complexa e customizável. E como para fazer isso é necessário bastante conhecimento de programação, é aí que o desenvolvedor CRM se encaixa.

Ele precisa estar em contato com os usuários do sistema para compreender quais são as necessidades deles, o que vai ajudá-los a otimizar suas atividades. Então, ter conhecimento sobre negócios e vendas é um ótimo diferencial.

Sabendo das necessidades do cliente (nesse caso o cliente interno), o desenvolvedor pode analisar a plataforma CRM para definir quais são as suas falhas e onde ela precisa ser melhorada, se ela precisa de plug-ins, Add-ons ou até do desenvolvimento de um software independente.

2.2. Implementação

Como esses dados serão utilizados vai ficar por conta das equipes especializadas. Mas como saber se o software vai funcionar?

O desenvolvedor precisa fazer testes para verificar se o CRM (que ele projetou para facilitar a vida do pessoal de marketing, vendas e serviços, para que não percam tempo correndo atrás de informações que um sistema com inteligência artificial pode administrar com facilidade) realmente esteja ajudando.

É preciso verificar se ele é simples de ser usado, se as equipes o compreendem, se roda de maneira leve e sem bugs. Ou seja, o desenvolvedor vai precisar treinar os funcionários da empresa a usarem o sistema. 

Se eles tiverem muita dificuldade e acharem complicado, é porque provavelmente é. Se não usarem de maneira correta, o investimento é jogado fora. Então, o desenvolvedor precisa absolutamente construir um sistema amigável.

2.3. Acompanhamento

Tendo implementado o sistema com sucesso, ele sempre vai precisar de acompanhamento, seja porque novas necessidades vão surgir, seja porque uma falha pode aparecer depois de algum tempo.

Quem nunca falou ou ouviu que não era possível efetuar uma tarefa porque “o sistema caiu”?

É para evitar quedas, consertá-las e manter o sistema atualizado em relação às necessidades de negócios que o acompanhamento se faz necessário. E quem melhor para fazer isso que a equipe que construiu o seu sistema e conhece ele de cabo a rabo?

Resumindo as possíveis funções do desenvolvedor CRM:

• Conduzir reuniões com as partes interessadas ou clientes

• Manter contato com as equipes de vendas ou marketing para entender suas necessidades

• Personalizar módulos funcionais e de aplicativos de CRM

• Identificar as lacunas de capacidade de CRM e encontrar soluções para elas

• Migrar outros aplicativos para o CRM

• Testar todas as soluções codificadas

• Apoiar e manter o CRM

• Investigar e corrigir defeitos no código

• Criar e manter integrações com aplicativos de terceiros

• Documentar todo o trabalho técnico

• Criar materiais de treinamento de CRM para os usuários finais

3. Quanto ganha um desenvolvedor CRM?

Como um sistema CRM tem potencial de gerar alto impacto nos rumos dos negócios de quem o utiliza, os desenvolvedores CRM têm remuneração proporcional.

Como em qualquer área, os salários podem variar para mais ou para menos dependendo da empresa, mas na média um desenvolvedor CRM júnior recebe em torno de R$5.000, um pleno recebe de R$7.000 a R$10.000 e um desenvolvedor sênior ou gerente de CRM pode chegar a R$30.000 ao mês.

A sua empresa pode se beneficiar muito de uma contratação como essa e a GeekHunter tem um time de profissionais especializados em te ajudar a encontrar o desenvolvedor CRM com o perfil ideal.

Espero ter ajudado a solucionar as suas dúvidas e qualquer pergunta ou sugestão é só comentar aqui embaixo 🙂

Compartilhar