Skip to main content
Recrutamento interno

Recrutamento interno: conheça os benefícios desse processo para sua empresa

O recrutamento interno nada mais é do que aproveitar os talentos da empresa e dar a eles oportunidade de assumirem novas funções e novos cargos.

No entanto, quando surge uma vaga, muitas empresas acabam indo atrás de opções no mercado ou olhar para sua própria equipe, e dar a oportunidade para quem já conhece a organização e seus processos.

Realizar um recrutamento interno é visto como uma valorização da equipe, além de trazer inúmeros benefícios.

Afinal de contas, a nova vaga será ocupada por alguém que já está adaptado a cultura organizacional, valores, visão e missão da empresa.

Mas se você ainda tem dúvidas sobre a eficiência do recrutamento interno para sua empresa, continue essa leitura.

Neste artigo vamos mostrar a você os principais benefícios de realizar um recrutamento interno na sua empresa. Confira!

Benefícios do recrutamento interno

Limitar o processo de seleção aos próprios colaboradores, muitas vezes, é algo esquecido em uma organização.

Por isso, confira as vantagens dessa decisão, tanto para a empresa como para o time.

Redução de custos

Ao optar por um recrutamento interno, a empresa não precisa cumprir todas as etapas do processo de seleção, ou em alguns casos é necessário apenas adaptá-las.

Isso significa uma redução de custos com divulgação, entrevista prévia, determinados testes, entre outros.

Além disso, o número de candidatos concorrendo a vaga costuma ser menor.

E isso impacta também no trabalho do RH, que terá maior facilidade em selecionar currículos e agendar entrevistas e etapas essenciais.

Familiaridade com a empresa e processos

Ao realizar um recrutamento interno, o RH já tem conhecimento prévio do perfil dos profissionais e conhece bem suas competências e seu comportamento em relação a empresa.

Além disso, esses profissionais já conhecem os principais processos da empresa e estão alinhados a cultura organizacional e cientes dos valores da empresa.

Dessa forma, o processo seletivo pode focar apenas em temas específicos da função, já que as outras questões já estão nos registros da organização.

Motivação da equipe

Ao olhar para a equipe e buscar um talento para ocupar uma nova vaga, a empresa estará estimulando os demais funcionários a aumentar sua produtividade e aperfeiçoar suas técnicas e conhecimentos.

Além disso, ao definir um recrutamento interno, a empresa demonstra as equipes que confia em seus funcionários e que a mesma pode oferecer outras oportunidades aos demais quando surgirem novas vagas.

Aumento da possibilidade de acerto

O fato do RH e de alguns gestores já conhecerem de perto o candidato avaliado, a chance de uma contratação correta aumenta ainda mais.

E como citamos anteriormente, esse candidato já estará alinhando com a cultura, os níveis de exigência e os desafios da empresa.

Isso elimina algumas etapas de adaptação, que poderá ser feita com foco apenas nas especificidades da nova ocupação.

Tudo isso aumenta consideravelmente as chances de êxito do novo ocupante do cargo.

Como realizar um recrutamento interno

Tudo começa com igualdade!

Assim como acontece em um processo de seleção externo, o recrutamento interno deverá tratar os candidatos com igualdade, obedecendo os critérios estabelecidos para a ocupação da vaga.

Da mesma forma, determinadas soft e hard skills devem ser consideradas, tais como:

  • Qualificação profissional;
  • Produtividade;
  • Perfil comportamental;
  • Entre outros.

E para ajudar você nessa tarefa, deixamos aqui algumas dicas para que você possa realizar um recrutamento interno de sucesso:

Resgate as informações dos candidatos

Recorra as informações que você já possui dos candidatos e faça uma análise detalhada.

Informe-se sobre a produtividade, como é o relacionamento com colegas, o perfil profissional e outros fatores.

Além disso, pegue referências com os próprios colegas de trabalho do candidato.

Essas percepções são essenciais para uma boa escolha.

Leve em consideração a experiência dos colaboradores

Colaboradores mais experientes possuem algumas vantagens sobre os novatos.

Afinal de contas, o conhecimento deles sobre a organização e os demais colegas de trabalho é muito maior.

Outro fator a ser levado em consideração é que funcionários mais antigos entendem melhor sobre a dinâmica de processos na empresa podem auxiliar com outras tarefas.

Além disso, optar por funcionários com maior tempo de casa é também uma forma de valorização pelos serviços já prestados

Mantenha as informações sobre os colaboradores atualizadas

Ter as informações dos funcionários atualizadas é de extrema importância para dar a empresa melhores opções na hora de estabelecer um recrutamento interno.

Mantenha o banco de dados atualizados, com informações sobre novos cursos, certificações e demais experiências.

Esse banco de dados deverá ser recorrido sempre que uma nova vaga ou uma nova competência se tornar necessária na organização.

Realize testes de competência profissional

O candidato conhecer a empresa já é um fator essencial.

Mas sua competência profissional para assumir uma vaga também deverá ser testada.

Por isso, realize as avaliações necessárias para verificar a compatibilidade do profissional com as habilidades exigidas para o preenchimento da vaga.

E se você buscar um meio termo?

Recrutamento misto?

Neste ponto você já deve ter se perguntado se é possível fazer um processo de seleção misto, ou seja, com colaboradores internos e com profissionais disponíveis no mercado.

A resposta é sim!

O chamado recrutamento misto busca agregar alguns benefícios dos processos de recrutamento interno e externo.

Essa forma de seleção pode ser realizada ao mesmo tempo, ou iniciando com um dos dois públicos.

Essa decisão caberá ao RH da empresa, levando em consideração os detalhes da vaga e os candidatos disponíveis.

Entre as principais vantagens desse tipo de recrutamento está o estímulo a capacitação profissional e ao desenvolvimento de competências.

De toda forma, é de extrema importância que a organização conheça os tipos de processos de seleção existentes no mercado.

Pois só assim será possível determinar qual o melhor tipo de recrutamento para aquela vaga e aquela organização.

Um outro fator que também tem um peso enorme na decisão por qual tipo de recrutamento recorrer é a urgência de se ocupar a vaga.

Nesses casos, a rapidez do processo de seleção é essencial para a empresa e os envolvidos diretamente com o cargo em aberto.

Para saber mais sobre processos de seleção eficientes e tendências no RH, assine a newsletter do blog da GeekHunter e mantenha-se informado.

Compartilhar

Redação GeekHunter

Artigos escritos pela equipe de conteúdo da GeekHunter.