Skip to main content

Dicas para contratar melhor e construir um time de sucesso

Não conseguir atrair bons talentos, perder um candidato valioso ou realizar uma contratação equivocada estão entre os piores pesadelos do RH. Se um ou mais deles tem acontecido por aí, está na hora de adotar algumas dicas para contratar melhor

As situações mencionadas acima costumam ser consequência de uma soma de fatores. Para resolvê-las, portanto, também é preciso olhar para as diferentes frentes de trabalho que estão sob os cuidados da área responsável por contratar pessoas. 

É justamente sobre essas inúmeras possibilidades, capazes de resultar em um processo de contratação mais assertivo, que queremos conversar com você a partir de agora. 

Acompanhe! 

Construa um time de sucesso

Antes de tudo, por que é preciso melhorar a contratação de pessoas?

Acertar na contratação de talentos é um dos primeiros passos para alcançar o sonho de qualquer empresa: contar com um time de profissionais engajados, que seja capaz de alavancar o crescimento sustentável da organização.

Por outro lado, uma contratação mal sucedida pode se tornar uma verdadeira bola de neve, trazendo prejuízos como:

  • Aumento dos conflitos internos;
  • Clima organizacional ruim;
  • Queda na produtividade;
  • Altas taxas de turnover;
  • Custos com desligamentos de funcionários;
  • Dificuldade em atrair novos talentos;
  • Sobrecarga do RH. 

Pois é, não dá para bobear! Se esses problemas já são uma realidade na sua empresa, esse é um sinal claro de que algo precisa mudar o quanto antes.

O que pode atrapalhar a contratação assertiva de talentos?

Como já dissemos, a dificuldade em preencher vagas com agilidade e assertividade costuma esconder muitos outros problemas. 

Veja quais são os mais comuns:

  1. Adoção de recrutamento e seleção predominantemente manual, que demanda um tempo maior do que o realmente necessário;
  2. Não ser reconhecido no mercado como uma boa empresa para se trabalhar;
  3. Processos seletivos com muitas etapas e testes (a longa duração pode fazer com que bons candidatos desistam no meio do caminho);
  4. Falta de entendimento sobre as expectativas do gestor com relação ao perfil desejado para preencher a vaga;
  5.  Erro em alguma etapa importante do R&S, como no desenvolvimento da descrição da vaga e/ou na divulgação dela nos canais certos;
  6. Dificuldade na hora de validar corretamente as habilidades técnicas e comportamentais dos candidatos;
  7. Equipe de RH enxuta, que precisa lidar com muitas demandas e, portanto, não consegue se dedicar totalmente à busca de talentos.

Deu para notar que o processo de contratação é bem mais complexo do que muitos imaginam, né? É aí que entra, então, a importância de seguir boas dicas para contratar melhor. 

São muitos os elementos que precisam caminhar juntos para que, no final, aconteça um match perfeito entre empresa e colaborador. Falaremos sobre eles na sequência! 

Como contratar melhor a partir de 4 estratégias

Aprimorar o recrutamento e seleção de talentos é, sem dúvida, uma das melhores formas de contratar melhor. 

Esse é um assunto tão estratégico que temos até mesmo um conteúdo exclusivo sobre ele, onde apresentamos os principais processos e técnicas do R&S

Caso queira se aprofundar, recomendamos muito a leitura dele, pois, a partir de agora, queremos compartilhar algumas dicas para contratar melhor que são menos conhecidas.

Leia com calma e atenção, pois elas realmente podem mudar por completo a realidade da sua empresa! 

  1. Fortalecimento do Employer Branding

Lembra quando dissemos que não ter uma boa reputação enquanto marca empregadora pode comprometer a capacidade da sua empresa de atrair e contratar bons talentos?

Pois é. Para ser mais exato, estima-se que, atualmente, cerca de 75% dos candidatos avaliam a presença online da empresa antes de se candidatar a uma vaga.

Essa mudança de comportamento por parte dos candidatos tem feito com que as estratégias de Employer Branding ganhem cada vez mais força dentro das empresas. Entre elas, destacam-se questões como:

  • Oferecer um Employer Value Proposition (EVP) atraente aos colaboradores;
  • Promover ações voltadas para o bem-estar físico e mental do time;
  • Ter um clima e uma cultura organizacionais fortes;
  • Incentivar a transparência na comunicação, criando um ambiente seguro;
  • Usar as redes sociais para comunicar ao mercado o dia a dia de quem faz parte da empresa e alguns aspectos da cultura organizacional.
  1. Adoção de ferramentas tecnológicas

Já se foi o tempo em que era preciso conduzir um processo seletivo de forma totalmente manual. Hoje em dia, é possível contar com diferentes recursos tecnológicos para obter mais eficiência nessa jornada, como é o caso dos softwares de recrutamento.

 Atuando como uma extensão do time de RH, essa ferramenta se destaca por automatizar alguns dos processos mais burocráticos da contratação de novos talentos, como a triagem de currículos, a aplicação de testes e o envio de feedbacks ou convites para entrevistas.

Além disso, elas também permitem o acompanhamento de métricas que ajudam a nortear as ações futuras do RH – algo indispensável nos dias de hoje! 

  1. Busca ativa de talentos

Em algumas áreas, com a de tecnologia, o processo tradicional de recrutamento e seleção já não se aplica mais. Isso significa que já não basta divulgar uma vaga e esperar que os currículos comecem a chegar… 

Em alguns casos, será preciso ir atrás desses profissionais ativamente e uma das formas mais bem sucedidas de fazer isso é recorrendo ao Marketplace de Recrutamento.

Esse é o nome dado a um espaço digital onde as empresas podem encontrar profissionais qualificados e convidá-los para participarem de seus processos seletivos. 

Trata-se de uma plataforma que ajuda o RH a otimizar buscas e qualificar candidatos de forma muito mais assertiva, especialmente se o marketplace for segmentado.

Aliás, esse é o caso da GeekHunter, que possui hoje um dos maiores marketplaces de profissionais de tecnologia da América Latina!

  1. Contratação de serviços especializados

Um time de RH muito enxuto dificilmente conseguirá focar totalmente no recrutamento e seleção. Afinal, essa é apenas uma das inúmeras responsabilidades que estão sob os cuidados do setor. 

O cenário se torna ainda mais complexo quando é necessário fechar vagas que demandam técnicas de recrutamento específicas, como as de TI. Mas a boa notícia é que já existem soluções bastante efetivas para lidar com esse desafio. 

Uma das dicas para contratar melhor nesses casos é contar com o apoio de uma equipe externa de especialistas em recrutamento tech, que ajude a sua empresa a implementar as melhores práticas. 

O Tech Recruiter as a Service (TraaS) é uma ótima solução para organizações que possuem uma demanda alta e recorrente por profissionais de tecnologia, mas precisam do suporte de um time  especializado  para melhorar o tempo e qualidade dessas contratações.

Considerações finais

Como você pôde acompanhar até aqui, há muitas maneiras de melhorar a contratação de talentos em uma empresa. 

E como a cada ano que passa surgem novas ferramentas e técnicas, é importante sempre dedicar um tempinho para conhecer mais sobre elas, reavaliar processos e avaliar os últimos resultados a fim de entender o que ainda é possível aprimorar. 

Sim, a gestão de pessoas está em constante evolução. Logo, acompanhá-la de perto é o único caminho possível para um RH que deseja seguir adotando as melhores práticas do mercado e auxiliando a empresa a encontrar os melhores talentos. 

Se você gostou das “dicas para contratar melhor” que apresentamos aqui e quer se aprimorar em outros assuntos relevantes para o RH, assine a newsletter da GeekHunter e receba os próximos conteúdos na sua caixa de e-mail!

Compartilhar