Skip to main content

Como reduzir custos de treinamento de profissionais de TI

O aprendizado e o desenvolvimento dos colaboradores são de grande importância para a indústria de TI. A indústria tem enfrentado uma escassez significativa de pessoal desde o seu início, e as empresas estão ansiosas para contratar pessoas, mesmo que elas não tenham uma graduação em tecnologia da informação, mas tenham concluído alguns programas de curto prazo. Para as empresas, educar os membros da equipe de TI do zero é um sinal dos tempos.

Quanto aos profissionais de TI experientes, sempre que mudam de emprego, eles precisam dominar outra tecnologia ou software, mergulhar na cultura da empresa e aprimorar suas habilidades de liderança. Isso leva muito tempo, reflete na sua produtividade e não traz valor para a empresa.

Com tudo isso em mente, devemos lembrar que, para ter sucesso no mercado, as empresas devem aprimorar suas competências e permitir que seus colaboradores cresçam profissionalmente. O treinamento conduzido por instrutor há muito é considerado a única maneira certa de treinar a equipe. No entanto, isso pode custar caro a uma empresa.

Existe uma alternativa progressiva para o treinamento presencial e ela se chama e-learning. Ela pressupõe a utilização de um software de ensino a distância que possibilite a disponibilização de conteúdo educacional a qualquer hora e em qualquer lugar. Com o e-learning, as empresas podem treinar sua equipe de TI de uma nova maneira e gastar menos com isso. Vamos considerar vários tipos de softwares, um por um:

  • Ferramentas de criação
  • Sistemas de Gerenciamento de Aprendizagem
  • Ferramentas de simulação de software
  • Ferramentas de videoconferência e webinar
  • Softwares de mensangens

Ferramentas de criação

Ferramentas de criação são softwares que ajudam você a criar cursos e questionários online para avaliar o conhecimento dos alunos imediatamente. Todos elas variam em tipos e preços e têm curvas de aprendizagem diferentes, portanto, os departamentos de Aprendizagem & Desenvolvimento ou RH com diferentes experiências em e-learning podem aplicar esta tecnologia. 

Exemplos: iSpring Suite, Articulate 360, Adobe Captivate, DomiKnow, Easygenerator, Lectora Online.

Com ferramentas de criação, você pode criar cursos online completos sobre vários tópicos. Eles irão economizar o tempo dos desenvolvedores seniores no treinamento presencial e ajudarão os alunos a serem mais produtivos. Estes são alguns dos tópicos relacionados com TI que funcionarão perfeitamente como cursos online:

  • Habilidades técnicas de TI: cursos intensivos de refatoração, registro efetivo e GIT.
  • Atualizações: suporte de desktop, administração de rede, administração de sistema, desenvolvimento web, help desk, solução de problemas de computador, erros mais comuns na programação. Esses cursos ajudam a eliminar os gargalos na operação e a garantir que todos fiquem alinhados. 
  • Conformidade: proteção de dados pessoais, segurança da informação em uma empresa.
  • Habilidades sociais: cursos introdutórios sobre trabalho em equipe, gerenciamento de tempo, resolução de problemas e pensamento crítico. Tais cursos online podem fazer parte do treinamento híbrido, acompanhado de treinamento liderado pelo instrutor por meio de webinars ou salas de aula visual

Uma ferramenta como iSpring Suite permitirá criar um curso a partir de slides de PPT existentes e torná-lo muito mais engajante e eficaz com 14 tipos de questionários interativos e mini-jogos. Veja como um questionário interativo de correspondência se parece em um curso de reparo de computadores feito com iSpring Suite.

Você consegue associar cada componente à sua função?
As luzes deste componente indicam energia e carga de bateria.                                         
Placa de LEDO componente permite uma conexão sem fio a uma rede de área local.                             
Placa LAN sem fioEste componente emite áudio diretamente do C748T.                                                           
Placa principalMemória, CPU e conectores para dispositivos de entrada e saída são montados neste componente.    
Módulo de alto-falante 

Como reduzir os custos de treinamento com uma ferramenta de criação?

Escolha uma ferramenta completa. O treinamento de especialistas em TI é diversificado e exige vários conteúdos de aprendizagem. Por esse motivo, escolha uma ferramenta que possa fazer tudo e poupe você de ter que usar ferramentas adicionais de gravação e edição. Além disso, considere escolher uma ferramenta de criação que forneça acesso à biblioteca de conteúdo. Dessa forma, você terá muitos planos de fundo, personagens e objetos coletados com cuidado e não precisará de assinaturas adicionais de banco de fotos.

Crie microcursos. Não é necessário criar cursos longos. Às vezes um minicourse ou um screencast é suficiente. Esse tipo de conteúdo levará menos tempo para ser criado, será barato ou não custará nada, mas pode se tornar uma grande melhoria. Pequenos tutoriais de software ou manuais chegarão no momento certo e ajudarão a trabalhar melhor. 

Crie uma vez, use muitas vezes. Diferente do treinamento ao vivo, você pode usar o conteúdo e-learning várias vezes e atualizar, revisar e alterar sempre que precisar. E será muito mais barato e fácil do que desenvolver novamente um programa de treinamento presencial do zero.

Confira o case de sucesso da McDonalds (https://www.ispringpro.com.br/blog/mcdonalds-com-ispring) e descubra como eles conseguiram reduzir os custos de treinamentos deles.

Sistema de gestão de aprendizagem

No e-learning, as coisas geralmente acontecem assim: você cria cursos com uma ferramenta de criação, os envia para um sistema de gerenciamento de aprendizagem e os atribui aos alunos. Um LMS é uma plataforma online que permite armazenar cursos, avaliações, vídeos e qualquer outro tipo de conteúdo de aprendizagem para que os colaboradores possam encontrá-los em um só lugar. Em um LMS, você pode atribuir cursos a um aluno, grupo ou departamento específico, discutir tópicos de treinamento em um chat integrado, acompanhar resultados de treinamento e mais. 

Exemplos: iSpring Learn, Docebo, LearnUpon, BlackBoard, Moodle.

Com a ajuda de um LMS, as empresas de TI podem criar a sua base de conhecimentos e também publicar cursos ao lançar novos produtos ou funções. Eles poderão ver estatísticas detalhadas sobre o desempenho dos colaboradores no treinamento, quem foi aprovado nos cursos e qual foi a nota, quem não cumpriu o prazo ou nem iniciou um curso. 

Os LMSs ajudam as empresas a organizar materiais em trilhas de aprendizagem especializados para diferentes departamentos ou até mesmo indivíduos. Eles facilitam o processo de treinamento e automatizam muitas tarefas de rotina, como inscrever alunos, atribuir tarefas, avaliar alunos, enviar notificações, agendar eventos de treinamento e mais. 

Se você optar por um LMS com recursos de gamificação interessantes, sempre que os alunos concluírem um curso com sucesso, o sistema concederá a eles pontos e medalhas e atualizará a tabela de classificação dos melhores alunos automaticamente. Dessa forma, sua equipe irá achar o treinamento envolvente e ficará ansiosa para aprender mais.

Veja como esses recursos de gamificação se parecem no iSpring Learn:

Como reduzir os custos de treinamento com um LMS?

Pague somente por usuários ativos. Existem vários modelos de preços de LMS. Basicamente, é melhor optar por um modelo de pagamento orientado pelo usuário. O modelo pagar por usuário ativo é um tipo de precificação baseado no número de usuários que se logaram no sistema e o utilizaram em um determinado período de tempo, um mês, por exemplo. Isto significa que você pode economizar seu dinheiro pagando somente por aqueles usuários que estiveram ativos pelo menos uma vez durante o último mês. É muito útil para as empresas que não precisam de treinamento regularmente, mas conduzem avaliações periódicas ou treinamento de indução para os novatos.  

Escolha um LMS que vai com uma ferramenta de criação. Alguns LMSs têm ferramentas de criação integradas que permitem a criação de cursos diretamente na plataforma. Se você optar por esse tipo de LMS, você economizará dinheiro na compra de uma única ferramenta de criação. Por exemplo, iSpring Learn LMS tem iSpring Suite como uma ferramenta de criação integrada para criar cursos interativos e questionários imediatamente. 

Calcule e otimize os custos precisos de treinamento. Os sistemas de relatórios em LMSs reúnem estatísticas sobre como está o processo de treinamento em sua organização. Graças aos relatórios do LMS, você pode acompanhar os resultados do treinamento e relatar cada centavo gasto em treinamento ao conselho de diretores. Além disso, você pode monitorar qual curso é realmente eficaz e qual é apenas uma perda de tempo e dinheiro. 

Tutorial de software e ferramentas de simulação 

É compreensível porque o treinamento de software é essencial para profissionais de TI. Não importa o quão experiente um colaborador seja, cada nova parte do software precisa ser estudada exaustivamente para que possam trabalhar com ela como associados de suporte técnico, testadores, desenvolvedores ou proprietários de produtos em seu novo trabalho. Além disso, o treinamento de software é importante para as equipes de vendas e suporte técnico que consultam os clientes sobre o uso do produto e precisam explicar para eles como ele funciona.

Exemplos: Adobe Captivate, Atomi Active Presenter 8, Camtasia, iSpring Suite

Tutoriais ou simulações de software fornecem uma experiência prática para os alunos, dão dicas visuais sobre como o produto é construído e como ele funciona. Use-os para capturar todas as ações na tela e adicionar anotações. Com o iSpring Suite mencionado acima, você pode gravar um screencast anotado com som e imagem perfeitos. Algumas outras ferramentas permitem que os alunos realizem as ações abordadas no tutorial e sejam avaliados por elas. 

Como reduzir os custos de treinamento com simulações de software

Use simulações de software para que sua equipe sênior não precise explicar as funções do produto a novos contratados e minimizar os custos de tempo. A longo prazo, gravar vários screencasts e organizá-los como aulas separadas em um tutorial de software abrangente é uma decisão inteligente. Tal tutorial poupará muito tempo e esforço para criar treinamento de software para a equipe. 

Ferramentas de videoconferência e webinar

Nesta categoria, colocamos as ferramentas para realizar treinamento baseado em vídeo sob a forma de sessões virtuais ou webinars. Uma sessão virtual (ou sala de aula virtual) faz parte de um processo de aprendizagem para alunos e professores interagirem uns com os outros, trocar ideias e discutirem algum tópico online. Um webinar é um workshop online ao vivo durante o qual os participantes ouvem o apresentador e podem fazer perguntas ou fazer comentários em um chat.

Exemplos: Zoom, Skype, GoToTraining, WebEx, WizIQ, Newrow Smart.

Se você conduzir webinars e sessões virtuais, você compensará os custos repetitivos do treinamento presencial e poderá treinar muito mais pessoas ao mesmo tempo. Se você tem uma equipe de TI distribuída trabalhando em cidades diferentes, usar videoconferência para conduzir encontros e workshops técnicos pode economizar muito em custos de realocação.

Webinars e sessões virtuais permitem que você mantenha o treinamento conduzido por instrutor e sua natureza ao vivo e obtenha feedback rápido dos alunos. Além disso, como as habilidades sociais estão se tornando cada vez mais importantes para as equipes de TI colaborarem e encontrarem as melhores soluções juntas, as salas de aula virtuais podem ser um ótimo lugar para o treinamento do trabalho em equipe. 

Como reduzir os custos de treinamento com ferramentas de videoconferência

Traga especialistas internos para participar. Ao contratar instrutores externos para conduzir webinars ou sessões de treinamento virtual, você também paga por suas despesas de marketing – o que eles colocam no custo do webinar. Como parar de pagar demais por isso? A solução é pedir a seus colaboradores experientes, como arquitetos de TI ou líderes de equipe, que conduzam webinars para seus colegas continuamente.

Incentive a aprendizagem entre pares. Existe também uma solução para fazer com que sessões virtuais se encaixem em um fluxo de trabalho diário perfeitamente. É chamado de lunch & learn e significa sessões de treinamento informais combinadas com uma refeição. Convide um dos colaboradores para falar sobre uma nova função ou discutir erros de código, enquanto outros estarão sentados atrás de seus monitores, tomando um café e adquirindo novos conhecimentos. 

Softwares de mensagens como software de ensino à distância 

Os softwares de mensagem entraram na esfera corporativa e educacional e se tornaram os espaços onde as pessoas agora geram conteúdo de qualidade. Da mesma forma, a comunidade de TI é bem conhecida por seus fóruns ou canais de mídia social onde os programadores discutem seu trabalho e apresentam soluções juntos. Você pode abraçar essa tendência para fins de treinamento e incentivar as pessoas a aprender com os links, vídeos e fotos que eles compartilham.

Exemplos: Slack, Zoho Cliq, Microsoft Teams, Discord, Telegram.

Como reduzir os custos de treinamento com softwares de mensagens 

Use softwares de mensagens para o conteúdo gerado pelo aluno. Ao conduzir um encontro técnico ou um workshop prático, crie um canal temático em um software de mensagem e solicite aos funcionários que enviem avaliações, compartilhem suas experiências, discutam programas e linguagens de programação e colaborem uns com os outros. Esses itens de conteúdo também serão bons para o pós-treinamento, pois acumulam conhecimento, trazem mais contexto ao treinamento e constroem uma cultura de aprendizagem. 

Com o software de aprendizagem à distância, é fácil mover pelo menos uma parte do treinamento para profissionais de TI para o modo online. Além disso, poupará tempo, dinheiro e esforço gasto em treinamento presencial, ao mesmo tempo que torna as equipes de TI mais produtivas, engajadas e colaborativas. 

Conteúdo produzido em parceria com a iSpring

Compartilhar