Skip to main content
cerebro de inteligencia artificial

Inteligência artificial no recrutamento e seleção: vantagens e como implementar

Nós já falamos algumas vezes por aqui sobre como a tecnologia tem revolucionado o dia a dia do RH. Mas, hoje, queremos afunilar a conversa e abordar um dos principais exemplos de inovação no setor: o uso da Inteligência Artificial no Recrutamento e Seleção.    

Cada vez mais presente nas organizações que querem contratar os melhores talentos, especialmente em áreas competitivas como as de tecnologia, a IA é uma forte aliada quando o assunto é ganhar mais agilidade, eficiência e assertividade nesta frente. Quer entender melhor como funciona a adoção da inteligência artificial no recrutamento e seleção, seus principais benefícios e como implantar essa inovação na sua empresa? Então vamos lá! 

Primeiramente, o que é Inteligência Artificial? 

Embora muito se fale sobre Inteligência Artificial atualmente, alguns profissionais ainda enfrentam dificuldades na hora de entender como essa tecnologia funciona. 

Se esse é o seu caso, preparamos uma breve explicação: a Inteligência Artificial (ou simplesmente IA) pode ser entendida como algoritmos que, ao serem definidos por determinado software, auxiliam na tomada de decisões.

Em outras palavras, a IA confere às máquinas a capacidade de pensarem como seres humanos, raciocinando e executando tarefas complexas de maneira ordenada. Além disso, ela também é capaz de se aprimorar interativamente com base nas informações que coleta.

Mais para frente, daremos exemplos de como isso acontece na prática!

Como funciona o uso da Inteligência artificial no recrutamento e seleção?

A cada ano que passa, o investimento em tecnologia no RH se mostra fundamental quando o assunto é tornar a atuação desta área mais estratégica.

É neste contexto que o uso de inovações como a Inteligência Artificial e o Machine Learning no recrutamento e seleção chamam a atenção, podendo ser aplicadas em diferentes etapas que compõem a busca e contratação de novos talentos.

 Veja alguns exemplos de como a IA pode ser adotada dentro do R&S:

  • Na forma de assistente virtual ou chatbots, a fim de auxiliar os candidatos durante a inscrição no processo seletivo;
  • Na aplicação de testes e avaliação de competências técnicas (hard skills) dos candidatos, de acordo com o que é estipulado para cada vaga;
  • No cruzamento de informações entre os principais perfis de colaboradores da empresa, com o objetivo de criar um modelo de candidato ideal;
  • No envio automatizado de e-mails e agendamento de entrevistas, sem deixar de lado a personalização;
  • Na triagem de currículos e ranqueamento dos profissionais de acordo com os que possuem maior potencial para ocupar a vaga em aberto, possibilitando a combinação exata entre as expectativas da empresa e o potencial apresentado pelo candidato.

Obs.: alguns tópicos desta lista trazem um exemplo claro sobre a forma como a GeekHunter auxilia empresas e profissionais de tecnologia a se encontrarem conforme a necessidade de um e aquilo que o outro oferece. Para saber mais, recomendamos a leitura do artigo “Geekhunter: um time que conhece as dores do recrutamento em TI”, no qual explicamos direitinho como a nossa plataforma funciona!

Os prós e contras do uso da Inteligência Artificial no RH

Como você viu até aqui, a IA pode ser usada de diferentes formas ao longo do recrutamento e seleção. Mas o que será que isso representa na prática?

Bom, para trazer mais esclarecimento sobre o assunto, preparamos uma lista com os principais benefícios e pontos de atenção que essa tecnologia é capaz de trazer para o RH:

Vantagens da IA

  • Ampliação do universo de candidatos

Um dos principais ganhos que a adoção da Inteligência Artificial no recrutamento e seleção proporciona ao RH é o acesso a um volume bem maior de perfis de candidatos. 

Com o uso desta ferramenta, é possível ampliar a divulgação da vaga e, com isso, aumentar as chances de a empresa encontrar o colaborador ideal.  

Mas não para por aí: a IA também diminui o viés inconsciente, trazendo mais diversidade e inclusão para o recrutamento e seleção. Com ela, o que realmente importa é que os candidatos tenham as habilidades necessárias!

  • Otimização do tempo

Como já destacado acima, a inteligência artificial torna determinadas atividades dos profissionais de RH bem mais rápidas e eficazes.

A possibilidade de automatizar algumas tarefas como a triagem de currículos e envio de comunicação aos candidatos, faz com que o andamento do processo seletivo seja mais ágil. 

Esse benefício é extremamente relevante para as organizações, afinal de contas, ao realizar um processo seletivo mais ágil, a chance de perder um candidato para o concorrente torna-se menor.

Além disso, ao otimizar o tempo do recrutamento e seleção, a Inteligência Artificial também permite que os profissionais de RH consigam se dedicar a funções mais estratégicas.

  • Contratações mais assertivas

Lembra quando dissemos que a Inteligência Artificial pode ser usada para realizar a triagem de todos os currículos recebidos e identificar os profissionais de acordo com os que possuem maior potencial para ocupar a vaga?

Bom, quando isso acontece, o RH reduz as chances de deixar bons talentos de lado e garante contratações realmente alinhadas com o que a empresa busca.

E nem precisamos dizer que contratações bem sucedidas refletem positivamente nos índices de turnover, engajamento e produtividade das equipes, né? 

  • Redução de custos 

A conta é simples: processos seletivos que se prolongam por muito tempo costumam custar caro para as empresas. O mesmo vale para contratações mal sucedidas, já que todo retrabalho também é sinônimo de gastos não planejados.

Ao trazer mais agilidade para o recrutamento e seleção e aumentar as chances de contratações assertivas, o uso da Inteligência Artificial também se traduz na economia de recursos financeiros da empresa.

  • Melhorias na experiência do candidato e no employer branding

Por fim, o uso da inteligência artificial no recrutamento e seleção costuma encantar os candidatos, principalmente aqueles que fazem parte da Geração Z e que já estão buscando seu espaço no mercado de trabalho.

Afinal de contas, essa automação de processos, otimização de tempo e assertividade nas tomadas de decisão tornam a experiência do recrutamento e seleção muito mais agradável para todos os envolvidos.

O resultado disso é favorecer a imagem da organização como uma recrutadora bem-quista no mercado, fazendo com que candidatos se interessem ainda mais pela empresa e pelo que ela oferece.  Aqui, estamos falando de melhorias consideráveis no employer branding da organização.

E como você já deve saber, um employer branding forte é capaz de atrair e reter os melhores talentos.

Desvantagens da IA

Já dizia o ditado popular: quando a esmola é demais, o santo até desconfia. Por isso, é bem capaz que você esteja se perguntando se a IA é isso tudo mesmo ou se ela também pode trazer algum ônus para o seu trabalho…

Por exemplo: com tantas vantagens evidentes, muitos temem que o uso da Inteligência Artificial roube o lugar dos profissionais de RH no futuro. Se esse é o seu caso, pode ficar tranquilo! 

O objetivo da tecnologia é ser uma aliada e tornar o trabalho do RH mais ágil e assertivo e não substituir as pessoas que estão à frente do departamento. O fator humano continua sendo imprescindível, principalmente quando o assunto é avaliar características mais subjetivas, como as soft skills. 

O principal ponto de atenção quando falamos em IA acaba sendo o custo extra que a adoção desta tecnologia traz para as empresas. 

Mas, quando o RH coloca na ponta do lápis todos os benefícios que ela proporciona no médio e longo prazos, a conclusão quase sempre é a mesma: o investimento vale à pena!  

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a inteligência artificial e como ela pode fazer parte do recrutamento e seleção de sua empresa é hora de traçar os objetivos dessa estratégia e então encontrar a sua melhor aplicabilidade.

Além disso, vale conhecer cases de sucesso e conversar com empresas especializadas que adotam a inteligência artificial no recrutamento e seleção, como é o caso da GeekHunter.

Desejamos que você e a sua empresa obtenham sucesso nesta jornada!

Compartilhar

Redação GeekHunter

Artigos escritos pela equipe de conteúdo da GeekHunter.