Skip to main content
recrutador de TI

7 passos para ser um recrutador de TI diferenciado

O que transforma um recrutador de TI em referência no mercado?

Existem alguns atributos-chave necessários mesmo antes da execução tática?

Quais são os principais pontos fortes que um recrutador técnico deve apresentar?

A resposta para estas e outras perguntas, você encontra neste artigo sobre como se destacar como um recrutador de TI de sucesso:

1. Entenda o que os candidatos querem

recrutador de ti descobrir o que candidatos querem

É importante saber o que os candidatos querem, independentemente da área de recrutamento em que você se especializou, mas se você for um recrutador de tecnologia isso é ainda mais importante.

O que os desenvolvedores mais se preocupam quando procuram por uma nova oportunidade de emprego é o salário.

Você sabia? Caso negativo, deveria saber.

Desenvolvedores também consideram que o processo de entrevista é o aspecto mais chato e irritante de sua procura por um novo ambiente de trabalho.

Sabia? Também deveria.

A maioria esmagadora dos desenvolvedores prefere trabalhar remotamente do que presencialmente. Creio que você deva saber disso também, certo?

Todos estes dados podem ser coletados das mais diversas pesquisas que rodam pelo mercado de contratação de desenvolvedores. São de conhecimento comum.

Mas o que realmente pode transformar você num recrutador de ti fora de série é estar atento às informações que não aparecem nas pesquisas, as “dores” mais subjetivas e intrínsecas dos programadores.

Sem entender essencialmente o que os candidatos de tecnologia querem, como você pode esperar que eles deem ouvidos a você?

PJ, CLT, presencial ou remoto: o que DEVs querem?

2. Reserve parte de seu tempo para a construção de relacionamentos

construção de relacionamento com os desenvolvedores

Engenharia social é algo que você deve considerar se pretende ser uma referência entre os demais recrutadores.

E não estou falando aqui de marketing social ou promoção pessoal, mas de construção de relacionamentos de verdade, muito além de networking.

Os recrutadores de tecnologia de hoje precisam das habilidades que normalmente associamos aos melhores vendedores.

Com a taxa de desemprego da indústria de tecnologia atingindo as mínimas de 20 anos, os recrutadores não devem depender apenas do desenvolvedor que saiba programar bem.

E encontrar estes profissionais diferenciados, você sabe, não é fácil.

O ideal é que você reserve um tempo na sua agenda para coordenar seus relacionamentos e, com isso, antes mesmo de abrir o quadro de funcionários você já consiga preencher as vagas de desenvolvedores rapidamente.

Mas para isso você precisa de uma imersão no mundo de tecnologia. Pesquise sobre os assuntos que eles consideram relevantes, estude tendências de desenvolvimento de software e esteja antenado com o hype em TI.

Você não precisa – e nem deve- ser um especialista, nas é fundamental que consiga conversar com um desenvolvedor sem que pareça estar deslocado na conversa.

Além disso, descubra sobre o que seus potenciais candidatos gostam também fora do ambiente tecnológico, Bitcoin? Games? Filmes? Cultura Geek em geral, esportes, música, artes

É assim que se constrói relacionamentos. Se você praticar isso antes de precisar vender o emprego, terá mais sucesso como recrutador de TI.

Trabalhe proativamente e o sucesso é a única possibilidade!

3. Use o GlossaryTech

Existem algumas artimanhas que podem fazer você economizar tempo no processo de aprendizado do máximo possível de expressões, termos e jargões técnicos de TI, principalmente em inglês.

E uma delas é o uso de uma extensão do Google Chrome direcionada para o aprendizado de termos de TI, confira a minha principal opção sobre o tema:

GlossaryTech

Esta é minha extensão preferida para pesquisa de palavras-chave de tecnologia dentro de sites da internet.

Ele filtra os termos técnicos e mostra para você divididos em categoria, por exemplo:

  • Back-end
  • Front-end
  • Databases
  • DevOps
  • QA…

Além disso, ainda conta com um glossário explicativo de cada item.

É um facilitador e acelerador de conteúdo técnico para recrutadores, altamente recomendado.

4. Abuse do Storytelling como Recrutador de TI

Você veste a camisa de uma empresa, certo? Existe uma marca se comunicando com candidatos e você é um importante ponto de contato.

Por isso, é importante que um bom recrutador tenha a capacidade de absorver, envelopar e distribuir um consistente enredo sobre a história da marca.

Pense na resposta para as seguintes perguntas:

  • Por que alguém iria querer trabalhar na sua empresa?
  • O que diferencia sua abordagem de outras?
  • Muitas empresas vendem produtos semelhantes; mas internamente, o que impulsiona sua empresa em particular?
  • O que somente a sua marca tem para oferecer?
  • O que você pode oferecer que vale mais que dinheiro?
  • Como o candidato pode pertencer à história da sua marca?
  • Quais os impactos sociais da sua marca na comunidade?

Consegue responder todas, sem enrolação?

O importante é que as respostas façam os olhos do candidato brilharem. Fuja do padrão, é um processo de autoconhecimento mesmo.

Considere a missão, a história, os princípios fundamentais, a maneira como as pessoas trabalham juntas, tudo que agrega valor.

É importante articular isso como uma narrativa à medida que o processo de recrutamento se desenvolve.

Contar histórias é o jeito mais eficaz de transformar uma marca em algo memorável.

5. Tenha uma vantagem competitiva na manga

O recrutamento já é um setor competitivo, mas a área de Tech Recruiting é como o recrutamento com lasers.

O cenário padrão é de baixa liquidez de candidatos para uma enorme demanda de vagas e isso vai acabar contigo se você for um recrutador medíocre.

Você tem que desenvolver algo só seu, uma técnica só sua, algo exclusivo, praticamente uma assinatura.

Você deve ir além do senso comum e buscar oportunidades em locais não convencionais.

Procure por talentos em lugares que você não necessariamente estaria, domine assuntos que você não se interessaria, saiba coisas que os devs não esperem que você saiba. Surpreenda-os!

Assim eles estarão mais propensos para ouvir o que você tem para dizer e ficarão mais abertos para se comunicar de forma mais próxima.

15 livros de desenvolvimento pessoal e profissional que você já deveria ter lido!

6. Participe de comunidades e grupos como um recrutador de TI interessado

Não tem muito segredo sobre o que falar aqui e você sabe disso. Mas por que você ainda não está inserido nas comunidades de desenvolvedores?

Não faz sentido ficar de fora do “habitat natural” do desenvolvedor.

Desenvolvedores adoram comunidades on-line como Discord, Slack, Reddit, StackOverflow, Quora, Dev.to, Medium… só para citar algumas.

Sabemos que com as novas regras de convívio social o cenário mudou um pouco, mas esteja conectado com os Meetups e eventos da comunidade de desenvolvimento de software.

Nestes locais estão concentrados os melhores talentos de suas respectivas linguagens e temáticas.

Mais que isso, você também pode ajudar diretamente no suporte de alguma comunidade, pode ser um apoiador, parceiro, financiador ou o que mais desejar, apenas esteja presente!

7. Priorize candidatos já validados e otimize o tempo de seu time técnico

Tempo é algo não-renovável, uma vez perdido ele não volta atrás.

Por isso você deve otimizar o tempo do seu time técnico com candidatos já pré-selecionados.

Isso envolve testes para desenvolvedores antes de contratar, por exemplo.

Pode parecer algo óbvio, mas muitos recrutadores acabam levando para estágios mais avançados profissionais sem a devida avaliação da qualidade de seus códigos.

Mas além de algo não-renovável, tempo também é dinheiro e desperdiçá-lo pode custar muito caro.

Faça como os melhores recrutadores fazem: utilize uma boa plataforma de recrutamento de desenvolvedores.

Como um recrutador de TI de elite contrata os melhores desenvolvedores

Se você tem pressa e quer contratar os melhores programadores sem margem para erros, opte por plataformas de recrutamento.

Uma dessas plataformas é a GeekHunter, que reúne e disponibiliza acesso a desenvolvedores pré-selecionados.

A empresa inverte o modelo tradicional de recrutamento: ao invés de desenvolvedores se candidatarem no processo, as empresas ganham acesso a um grupo de profissionais engajados, altamente qualificados, validados tecnicamente e prontos para receberem convites de entrevistas.

Tudo isso por meio de uma plataforma moderna e fácil de utilizar.

Ou seja, otimização de tempo e qualidade garantida em suas etapas finais do processo seletivo. Faça o teste!

Compartilhar

Eduardo Silva

Copywriter na GeekHunter, busca novas experiências no universo do desenvolvimento de software por meio de histórias de valor.