Skip to main content
Ferramentas para home office

Conheça +18 ferramentas para home office e turbine seu trabalho

Nos últimos anos, o trabalho remoto se fortaleceu como tendência global e passou a ser a realidade de muitos profissionais. Juntamente com isso, cresceu também a busca por boas ferramentas para home office

O motivo é o seguinte: embora muitos já estejam mais familiarizados com esse formato, que cresceu exponencialmente durante a pandemia da Covid-19, a implementação de um home office realmente produtivo ainda é um desafio para alguns profissionais.

Afinal, quando trabalhamos em casa sem criar um ambiente adequado para isso ou contar com bons recursos, a tendência é que caiamos nas armadilhas da procrastinação e do baixo desempenho.Sim… É muito fácil para qualquer profissional se distrair, por melhor que seja. Mas para não deixar que a baixa produtividade se torne rotina na sua empresa, preparamos um material que certamente vai ajudar: um guia completo com as melhores ferramentas para home office.

Bora conferir? 😁

Leia também: Tudo o que recrutadores precisam saber sobre trabalho remoto.

Primeiramente, precisamos falar sobre ergonomia

Ferramentas para home office para ergonomia
Sentar em locais não apropriados para trabalhar pode causar danos à saúde e produtividade.

Quando você pensa em ferramentas para home office, aposto que uma das primeiras coisas que devem surgir na sua mente são soluções digitais.

No entanto, a ergonomia é um dos aspectos mais importantes quando se busca obter produtividade – seja no escritório ou em qualquer outro lugar. Portanto, vamos começar com as ferramentas que contribuem com ela, ok? 

Ao trabalhar em casa, muitos profissionais tendem a se envolverem em um ambiente de descontração e relaxamento. Afinal, quem nunca resolveu passar uma tarde inteira trabalhando do sofá que atire a primeira pedra… 

Por mais que pareça uma boa ideia no início, sentar em locais não apropriados pode causar danos à saúde do colaborador e, consequentemente, ao desempenho dele. 

É por esse motivo, inclusive, que o ideal é que as empresas forneçam equipamentos capazes de evitar que isso aconteça!

Na Geekhunter, por exemplo, incentivamos um home office saudável e mais confortável por meio do envio de notebook, suporte, teclado, mouse e fone de ouvido. Além disso, cada colaborador recebe um bom auxílio para comprar o que preferir e montar o seu cantinho de trabalho em casa.

Na sequência, destrincharemos os benefícios das principais ferramentas “físicas” que são indispensáveis para um home office de excelência:

Cadeira ergonômica

Sabia que, para garantir o conforto, a saúde e a produtividade dos profissionais, o Nubank já enviou mais de 500 cadeiras para seus colaboradores

Pois é… Além de demonstrar a importância que uma “simples” cadeira tem para o dia a dia de trabalho, essa informação também reforça a seguinte questão: a saúde, o bem-estar e a produtividade não podem ser negligenciados. 

Veja só, contar com uma cadeira de escritório confortável é fundamental para minimizar as dores nas costas que são tão comuns em quem trabalha muitas horas do dia sentado. 

Na prática, isso permite que profissional se concentre e desempenhe melhor o seu papel. Afinal, uma dor irritante na região lombar é capaz de afetar o desempenho de qualquer pessoa. 

Para se ter uma ideia do quão importante esse investimento é, um estudo de ergonomia conduzido pelo W. E. Upjohn Institute for Employment Research, em 2003, descobriu que os funcionários que receberam uma cadeira ergonômica relataram:

  • Menos complicações durante a rotina;
  • Atitude mental mais positiva;
  • E um aumento total de produtividade de quase 20%.

Monitores extras

É comum pensar que apenas uma tela seja suficiente para a execução das funções de um colaborador. Porém, uma das ferramentas físicas mais eficazes (depois da cadeira) para o home office é um segundo monitor.

Por mais performance e rapidez que um computador tenha, uma segunda tela permite trabalhar com dois ambientes de aplicações ao mesmo tempo.

Por exemplo, ao escrever esse artigo, eu tenho o documento escrito em uma tela e todo o planejamento de pauta, tópicos e referências na outra. Basta olhar para o lado, sem sair de nenhuma tela e nem interromper o fluxo de trabalho.

Monitores de 19 a 22 polegadas são ótimas ferramentas para home office, e, comprados em grande quantidade pela empresa, podem sair bem mais baratos. Vale o investimento!

Mesa adequada

Se você leu que a mesa é um item obrigatório e automaticamente pensou “mas é óbvio!” ou “até isso?”, saiba que não estamos falando de qualquer mesa, ok? Rs. 

De fato, você pode usar a mesa de jantar da sua casa, mas imagine como isso pode ser prejudicial para a sua produtividade caso ela não permita que você fique em uma posição adequada… 

Para evitar desconfortos físicos, é fundamental contar com uma mesa que priorize a ergonomia do colaborador, ou seja, que não gere tensões e dores. Juntamente com uma cadeira ergonômica, esse mobiliário se torna imbatível! 

Contar com mesas que possuam gavetas ou outras opções de armazenamento, bem como um bom espaço para que o profissional disponibilize o computador, mouse, entre outros itens, fará toda a diferença. Afinal, uma mesa organizada também contribui com a produtividade.

Ferramentas para home office para comunicação em tempo real

Ferramentas de comunicação em tempo real
Slack é uma ótima ferramenta para comunicação em tempo real.

Agora que já passamos pelos equipamentos físicos, podemos conversar sobre outra categoria de ferramentas para home office que são igualmente úteis: as plataformas de comunicação em tempo real. 

Dentro do ambiente corporativo, a capacidade de compartilhar informações estratégicas de forma rápida faz toda a diferença. É justamente por isso que as soluções de comunicação em tempo real são tão importantes no quesito “otimizar o diálogo e torná-lo mais preciso”. 

Se você pensou no Whatsapp como uma opção, podemos adiantar que há alternativas mais interessantes no contexto do trabalho. 

O mais importante, no entanto, é contar com uma solução estável e confiável, que não te deixe na mão, atenda um bom número de colaboradores e proteja os dados da empresa.

Veja algumas opções que cumprem com este propósito:

Slack

O Slack é uma plataforma de comunicação unificada e focada em equipes dinâmicas. 

Justamente por essas características, ela é vista como uma das ferramentas para home office mais queridas entre os programadores e demais profissionais de TI. Não por acaso, esse é o sistema de comunicação que utilizamos na Geek. 

Com uma interface de bate-papo familiar, o Slack facilita as discussões e conta com algumas opções interessantes, como: editar a mensagem, incluir emojis, compartilhar, entre outros. 

Além disso, uma barra de navegação fornece acesso fácil aos principais recursos, incluindo uma pesquisa poderosa para encontrar discussões importantes, arquivos e muito mais.

As conversas são organizadas em canais dedicados, em uma barra lateral responsiva com seções recolhíveis. Esses canais, por sua vez, são altamente configuráveis – eles podem ser privados ou compartilhados externamente, facilitando a discussão com parceiros e clientes.

O uso do Slack é gratuito. Mas, a partir de 10 mil mensagens, não é possível recuperar o conteúdo, que fica escondido até você adquirir um plano pago, que custa, no plano mais básico, US$6,67 por usuário/mês.

Discord

Muito utilizado pelo público gamer, o Discord é uma boa alternativa ao Slack, já que possibilita o bate-papo por voz, vídeo e mensagens de texto.

Trata-se de uma ferramenta para home office gratuita, segura e que funciona muito bem tanto no computador quanto no aplicativo móvel para smartphones. 

Por trazer uma proposta mais descontraída, o Discord é ideal para encontros rápidos e mais divertidos, podendo ser usado para simular a hora do “cafézinho” ou para reunir o time em um happy hour online. 

Ou seja: ele é ótimo para ajudar a construir um ambiente de trabalho mais harmônico e amigável!

Além disso, também é possível criar canais de voz e texto específicos para cada assunto, tornando a experiência mais personalizada e convidativa.

Rocket.chat

Uma versão um pouco mais Geek das ferramentas para home office é o Rocket.Chat, um servidor de bate-papo na Web, desenvolvido em JavaScript, usando a estrutura fullstack do Meteor. 

Considerado a maior plataforma de comunicação de código aberto do mundo, ele é uma ótima solução para empresas que desejam hospedar seu próprio serviço de bate-papo privado ou para comunidades que desejam criar e evoluir suas próprias plataformas de chat. 

Por ser um software em “código aberto”, cada empresa consegue personalizar e investir na ferramenta que faz mais sentido dentro da plataforma. Bem legal, né?

Skype

Bastante conhecido, o Skype é uma daquelas ferramentas para home office que ganham pontos pela popularidade. Afinal, é muito fácil encontrar colaboradores que já tenham familiaridade com ela e até mesmo uma conta antiga criada.

Por meio da plataforma, é possível fazer chamadas rápidas, tanto em vídeo quanto em áudio, sem custo nenhum. Além disso, o Skype ainda permite a criação de grupos – o que pode ser bastante útil na hora de reunir o time e discutir um projeto. 

Apesar de não ser a melhor ferramenta de comunicação em tempo real, ela ajuda a quebrar um galho e tanto em empresas menores que ainda não conseguem investir em outras opções.

Ferramentas para home office para Videoconferências e reuniões

Videoconferências se tornaram muito mais comuns no home-office.

As soluções que permitem a realização de videoconferências se mostraram indispensáveis nos últimos dois anos, quando o home office passou a ser adotado pelas empresas de forma massiva.   

Seja para falar com o time sobre as demandas do dia a dia, se reunir com o cliente ou até mesmo realizar a etapa de entrevista de um recrutamento e seleção, contar com uma boa ferramenta nesta frente traz bastante agilidade para o dia a dia. 

E não é só isso: no contexto de isolamento social que vivenciamos muito recentemente, as videoconferências também serviram para minimizar um pouco da solidão e nos manter mais próximos das pessoas. 

É por essas e outras que as plataformas que permitem configurar reuniões remotas em poucos cliques não poderiam ficar de fora da nossa lista. 

Veja quais são as principais:

WebEx

O WebEx, da Cisco, é uma ferramenta voltada para videoconferências de reuniões e encontros virtuais de times. Além das chamadas em áudio e vídeo, ela permite o compartilhamento de tela e arquivos.

Vale destacar algumas das experiências que os usuários têm no seu uso. Na hora da execução de um projeto, por exemplo, o WebEx fomenta um trabalho mais inteligente com dispositivos de colaboração com o time, já integrados na plataforma.

Para as reuniões com clientes, por sua vez, ela conta com ferramentas de engajamento digital que são bastante úteis. 

Alguns outros itens interessantes são:

  • Remoção de ruído e aprimoramento da fala;
  • Traduções de idiomas ao vivo;
  • Organização de layouts na chamada.

Mas atenção: alguns dos recursos listados acima dependem do plano adquirido! A versão gratuita só permite chamadas de até 50 minutos, mas a partir do plano iniciante, que custa US$13,50 por organizador, é possível realizar ligações de até 24 horas.

Google Meet

Integrado à mesma plataforma do Gmail, o Google Meet é gratuito e permite criar videoconferências com até 100 pessoas para os planos básicos e pessoais. Além do mais, essa é uma ferramenta bem rápida e simples, o que favoreceu a sua ampla utilização no meio corporativo. 

Basicamente, qualquer um que possua uma conta no Google pode criar uma sala de reunião na hora que quiser e convidar outras pessoas para participar. 

Outro diferencial importante é que o Meet é integrado com o Google Calendar, (a Agenda do Google). Isso significa que você pode marcar reuniões diretamente na agenda da outra pessoa e já criar o link da sala remota! 

A ferramenta do Google permite ainda compartilhar a tela do computador e enviar mensagens para os outros membros da reunião em tempo real. Por fim, todos os dados em trânsito são criptografados, impedindo que haja interceptação e acesso às informações corporativas.

Microsoft Teams

Desenvolvido pela Microsoft, o Teams também é uma alternativa bem interessante para a comunicação empresarial.

Categorizada como uma ferramenta de colaboração on-line, ele oferece um plano gratuito que permite criar videoconferências com até 100 pessoas, guardar 10 GB de arquivos por equipe e mais 2 GB por usuário no chat. A duração máxima das reuniões é de 60 minutos.

Entre os recursos do Teams que se destacam, estão o compartilhamento de tela e edição colaborativa de documentos do Microsoft Word, Excel, PowerPoint e OneNote.

Apesar de ser uma das ferramentas para home office mais complexas, ela reúne tudo que é necessário para fazer a gestão de um projeto. Exige treinamento para aproveitar todo o potencial, mas vale a pena!

Zoom Meetings

O Zoom foi uma das empresas que mais cresceu e teve notoriedade no início da pandemia. Para se ter uma ideia, a empresa apresentou uma alta de 169% de receita no primeiro trimestre de 2020, em comparação ao mesmo período do ano anterior. 

Em um cenário conturbado, o Zoom se destacou em meio aos concorrentes por suportar mais de 100 usuários em uma chamada de vídeo simples. Já em webinars e outros modelos, a quantidade pode superar 500 pessoas.

Trabalhando com sistemas de calendários, extensões nos navegadores e dinamismo, o Zoom de fato é uma ferramenta para home office poderosa. Além disso, ele ainda conta com opções de quadro branco, salas simultâneas para debate, e controle remoto da tela. 

Mas vale dizer que, na versão gratuita, há o limite de 100 pessoas e até 40 minutos de chamada.

Ferramentas para home office para gerenciamento de projetos

Mulher usando ferramentas para home office no computador
Gerenciar projetos e tarefas de forma clara e eficaz é tão importante quanto a execução do projeto em si!

Realizar uma boa gestão de projetos é fundamental para tirar qualquer plano do papel com eficiência. E isso inclui desde listar as tarefas necessárias, montar cronogramas, compartilhar informações e monitorar o progresso.

A boa notícia é que, hoje, existe uma série de ferramentas que auxiliam nessa missão. E se antes elas já eram importantes para manter todos inteirados sobre um projeto, no home office as plataformas de gerenciamento ganharam ainda mais atenção. 

Confira quais dessas soluções conquistam o coração das equipes:

JIRA Software

O JIRA é considerado a principal ferramenta de rastreamento de bugs e gerenciamento de projetos. Focado em uma abordagem mais operacional e de entregas, ele é ideal para planejar sprints e distribuir tarefas para toda a equipe.

Com quadros baseados na metodologia do Kanban, onde cards “passeiam” pelos status de produção das tarefas, o JIRA conta com diversas funcionalidades voltadas para o desenvolvimento de projetos técnicos.

Por meio dele, é possível criar e distribuir tarefas (colocando-as em ordem de prioridade), linkar cada colaborador com o progresso total do projeto, gerar relatórios visuais fáceis de serem acompanhados e muito mais.

Vale pontuar que o JIRA é um software exclusivamente pago. Seu valor varia de acordo com o número de usuários incluídos.

Trello

É difícil acreditar que alguém ainda não conheça o Trello. Afinal, essa é uma ferramenta visual mundialmente aceita pela facilidade na hora de gerenciar qualquer tipo de projeto, fluxo de trabalho ou tarefas específicas. 

Além de trazer como proposta uma forma divertida e flexível de organizar planos, o Trello tem uma vantagem bastante interessante: é possível utilizá-lo sem pagar nada! (Apesar de existirem alguns recursos pagos, no geral eles fazem pouca falta). 

Dentro dos cartões que a plataforma oferece, é possível adicionar todo tipo de informações sobre a tarefa, como checklists, anexos, descrições e comentários.

Asana

Com muitos recursos em sua versão gratuita, a Asana é considerada uma boa ferramenta para home office no que diz respeito ao acompanhamento e controle. 

Em suma, ela ajuda a organizar todo o trabalho – seja por meio de listas, cronogramas ou cards – em um único espaço compartilhado, para que as equipes saibam o que deve ser feito, qual é a importância das atividades e a melhor maneira de realizá-las.

Outro ponto positivo é que a Asana conta com mais de 200 integrações. Isso significa que é possível conectá-la a outras ferramentas que a equipe usa no dia a dia, como o Teams, o Slack, o Gmail e outros. 

O objetivo é reunir num só lugar tudo o que as equipes precisam para comunicar, coordenar e colaborar no trabalho, do começo ao fim.

ClickUp

O ClickUp é uma plataforma de gerenciamento de projetos “tudo em um”, ou seja, ele elimina a necessidade de usar mais de uma ferramenta para o fluxo de trabalho da sua organização.

Por esse motivo, o ClickUp é especialmente recomendado para equipes ágeis que desejam manter tudo organizado em um único local, do design ao desenvolvimento. 

Com a modularidade da solução, é fácil ter um projeto de vendas com uma interface simples e um projeto de desenvolvimento com um fluxo de trabalho complexo – tudo em um só lugar.

Ferramentas para Home Office de Gerenciamento de Redes Sociais

Redes sociais
Para atuar com redes sociais no home office é preciso automatizar!

Já faz um tempo que estar nas Redes Sociais deixou de ser algo opcional. Hoje, empresas de todos os segmentos sabem bem que precisam ter uma presença digital bem estabelecida se quiserem crescer de forma sustentável. 

Mas, com tantas Redes Sociais consideradas importantes para os negócios, a tarefa de mantê-las atualizadas pode ser bem desafiadora. Para conseguir otimizar o tempo dos profissionais responsáveis por essa missão, o segredo está na automatização! 

Sabendo disso, reservamos um espaço do nosso “Guia de ferramentas para home office” para falar sobre algumas das soluções que cumprem com esse objetivo. Acompanhe:

Buffer

O Buffer é um software para web e mobile bem simples, que permite agendar postagens em várias Redes Sociais populares, como Facebook, Twitter, Linkedin e Instagram. 

Com ferramentas acessíveis e intuitivas, ele é basicamente uma versão simplificada de outras plataformas populares de gerenciamento, como o TweetDeck e o HootSuite.

mLabs

O mLabs é uma ferramenta de gestão de mídias sociais que, além de permitir o agendamento de posts em diversas redes, também gera relatórios valiosos, que trazem um entendimento completo sobre o público-alvo de cada empresa. 

Os recursos avançados de SAC Social também são um diferencial e tanto. Na prática, eles trazem a possibilidade de integrar as mensagens recebidas pelo Inbox do Facebook, Direct do Instagram e Avaliações do Google na mesma tela, entre outras coisas.  

Por fim, o mLabs pode ser integrado com outras ferramentas, como o Canva e o RD Station, a fim de potencializar os resultados nesta frente.

Etus

A Etus está entre as ferramentas mais completas que já testamos aqui na Geek. Com ela é possível fazer praticamente tudo nas redes sociais, indo desde agendar e impulsionar posts, até criar workflow, responder mensagens, acompanhar relatórios e muito mais.

O mais legal dessa solução é que ela é aprimorada constantemente. Com frequência, surgem novidades que tornam a experiência dos usuários ainda melhor.

Voltado para agências, empresas e pessoas, a Etus conta com três opções de planos: o gratuito limitado, o plano básico e o plano profissional.

Ferramentas para Home Office de compartilhamento de arquivos

G suite para home office
Aplicativos do Google para facilitar a sua vida no home office.

Em algumas profissões ou setores de atuação, trabalhar em home office é sinônimo de ter que compartilhar e armazenar muitos arquivos dia após dia. 

Neste contexto, o envio por e-mail nem sempre é a melhor alternativa, seja devido ao tamanho do documento em si ou então ao alto volume de mensagens que chegam diariamente na caixa de entrada.

A boa notícia é que, graças às ferramentas que usam o conceito de computação em nuvem, a tarefa de compartilhar arquivos pesados tem se tornado cada vez mais tranquila de se realizar – além de mais organizada!

Por isso, queremos finalizar a nossa lista de ferramentas para home office com três soluções voltadas para o compartilhamento de materiais digitais:

Google Drive

Queridinho das nuvens, o Google Drive é um serviço de armazenamento online de arquivos. Ao criar uma conta simples no Google, qualquer usuário ganha 15GB de espaço para utilizar com esse propósito! 

O bom do Google é que os arquivos do G Suite (Google Docs, Google Sheets, Google Presentations) não ocupam espaço nesse armazenamento, ou seja: você pode ter quantos arquivos de textos e planilhas desejar… Eles não serão contabilizados. 

Os 15GB servem, basicamente, para arquivos como imagens, vídeos, documentos, PDFs e qualquer outro tipo. 

Quando o assunto é compartilhar arquivos com o time, por si só, o Google Drive é sensacional. Mas, além disso, ele ainda permite a colaboração em tempo real, o que ajuda e muito durante Brainstorms e produções conjuntas.

Apesar da versão gratuita já ser suficiente para muitas pessoas, há ainda a opção de planos pagos de 100GB, 200GB e 1T, com preços de R$ 6,99, R$ 9,99 e R$ 34,99 por mês, respectivamente.

OneDrive

O serviço de armazenamento de arquivos da Microsoft se assemelha muito ao do Google. A diferença é o espaço disponibilizado gratuitamente: aqui, são somente 5GB.

Para acessar o serviço, é necessário ter uma conta da Microsoft. Isso significa que se você possui algum email @outlook, @hotmail ou @live, provavelmente esse armazenamento gratuito já está liberado.

WeTransfer

Por fim, temos o WeTransfer, um serviço online de transferência de arquivos que permite o envio de até 2 GB de forma gratuita. 

Neste caso, o objetivo é realizar um envio mais direto de arquivos: você sobe um arquivo no armazenamento e cria um link que será enviado para quem deseja baixar o material.

O WeTransfer pode ser usado para enviar vídeos (como gravações do Youtube e reuniões importantes), materiais mais pesados (como livros) ou até documentos de softwares exclusivos.

O arquivo fica disponível para download por sete dias. Mas, caso o prazo expire, o usuário pode repetir o processo quantas vezes quiser.

No plano Pro, os usuários podem fazer o upload de arquivos de até 20GB e tem 1T de armazenamento.

Agora que chegamos ao final deste post, queremos ouvir de você: qual dessas ferramentas para home office é mais importante para a realização do seu trabalho?

Caso já conheça ou utilize alguma, não deixe de nos contar a sua opinião nos comentários!

Compartilhar

Eduardo Silva

Copywriter na GeekHunter, busca novas experiências no universo do desenvolvimento de software por meio de histórias de valor.